Notícias diversas

Loading...

Seguidores

*** NIJU KUN: 1- Não se esqueça que o Karate deve iniciar com saudação e terminar com saudação; 2- No Karate não existe atitude ofensiva; 3- O Karate é um assistente da justiça; 4- Conheça a si próprio antes de julgar os outros; 5- O espírito é mais importante do que a técnica; 6- Evitar o descontrole do equilíbrio mental; 7- Os infortúnios são causados pela negligência; 8- O Karate não se limita apenas à academia; 9- O aprendizado do Karate deve ser perseguido durante toda a vida; 10- O Karate dará frutos quando associado à vida cotidiana; 11- O Karate é como água quente. Se não receber calor constantemente torna-se água fria; 12- Não pense em vencer, pense em não ser vencido; 13- Mude de atitude conforme o adversário; 14- A luta depende do manejo dos pontos fracos (KYO) e fortes (JITSU); 15- Imagine que os membros de seus adversários são como espadas; 16- Para cada homem que sai do seu portão, existem milhões de adversários; 17- No início seus movimentos são artificiais, mas com a evolução tornam-se naturais; 18- A prática de fundamentos deve ser correta, porém na aplicação torna-se diferente; 19- Não se esqueça de aplicar corretamente: alta e baixa intensidade de força, expansão e contração corporal, técnicas lentas e rápidas; 20- Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre."

DVDs de Karate-Do

VENDA DE DVDs

O Melhor da Net

Nihon Karate Kyokai Mão de Ferro Escola de Karate-Do do Brasil Karate Santamariense Mosteiro Zen Morro da Vargem Jutsko - Gustaaf Lefevre Junior

Visitantes


Translate

CRONOLOGIA DO KARATE SHOTOKAN

Séculos V e VI A.C.
Uma casta de guerreiros indianos chamada Kshatriya praticava o Vajramushti, que seria um dos primeiros indícios de lutas na Índia. Sua tradução aproximada poderia ser "aquele cujo punho cerrado é inflexível".

Ano 520 D.C.
Um monge budista chamado Bhodhisatva Avalokitesvara Bodhidharma ("Ta Mo" em chinês ou "Daruma Taishi" em japonês) viajou da Índia para a China para ensinar Budismo no Templo Shaolin (Shorinji em japonês). Diz a lenda que quando ele chegou ao Templo, encontrou os monges numa condição de saúde muito precária devido as longas horas em que passavam imóveis durante a meditação. Dado este fato, Bodhidharma imediatamente se preocupou em melhorar-lhes a saúde.

O que ele ensinou foi uma combinação de exercícios de respiração profunda, yoga e uma série de movimentos conhecidos como "As Dezoito Mãos de Lo Han" (Lo Han foi um famoso discípulo de Buda). Esses ensinamentos foram reunidos em um só conjunto de exercícios e os monges logo se descobriram capazes de defender-se dos muitos bandidos nômades que os consideravam uma presa fácil.

Os ensinamentos de Bodhidharma são reconhecidos pelos historiadores como a base de um estilo de arte marcial chamado Kung Fu Shaolin.

Ano 840 a 846 D.C.
Diferentes estilos de Kung Fu (que significa "trabalho duro") se desenvolveram quando as personalidades e as nuanças dos monges emergiram, além de suas observações das lutas dos animais.

Haviam dois templos Shaolin, um na província de Honan e outro em Fukien. Ambos, assim como muitos milhares de templos menores, foram saqueados e queimados. Isto foi supervisionado pelo Governo Imperial Chinês, que na época tinha uma política de perseguição e importunação sobre os Budistas. Os templos de Honan e Fukien foram mais tarde reconstruídos somente para serem destruídos por completo pelos Manchus durante a Dinastia Ming de 1368 a 1644 D.C. Somente cinco monges escaparam, todos os outros foram massacrados pelo imenso exército Manchu.

Os cinco sobreviventes tornaram-se conhecidos como "Os Cinco Ancestrais". Eles vagaram por toda China, cada um ensinando sua própria forma de Kung Fu. Considera-se que este fato deu origem aos cinco estilos básicos de Kung Fu: Tigre, Dragão, Leopardo, Serpente e Grou.

Ano 1350
Foi a época em que se deu a introdução dos primeiros sistemas de lutas nas ilhas Ryukyu, localizadas ao sul do arquipélago do Japão.

Como cidadãos chineses emigraram para as ilhas de Okinawa, novos sistemas de luta corporal se desenvolveram através das relações comerciais com a China, Coréia, Japão e outras ilhas.

O nome genérico dado as formas de luta de Okinawa foi Te, que significa "mão". Haviam três principais núcleos de Te em Okinawa. Estes núcleos eram as cidades de Shuri, Naha e Tomari. Conseqüentemente, os três estilos básicos tornaram-se conhecidos como Shuri-te, Naha-te e Tomari-te.

Anos 1417 a 1429
Em 1417, Sho Shin, neta do rei Sho Hashi de Chuzan, proíbe a posse de armas em Okinawa. Em 1429, o rei Sho Hashi unificou as três partes de Okinawa: Chuzan, Nanzan e Hokuzan, criando o reino Ryukyu.

Ano 1609
O rei da dinastia viu-se obrigado a equipar um exército com o objetivo de repelir uma invasão das ilhas iniciadas por Shimazu, o Daimiô (chefe do exército) de Satsuma (agora sede administrativa de Kagoshima). Os guerreiros ryukyuanos recém-armados lutaram com notável bravura e valentia contra os soldados do clã de Satsuma, conhecidos e temidos em todo o país por sua habilidade guerreira, mas, depois do sucesso dos ryukyuanos em algumas batalhas campais, um desembarque de surpresa realizado pelas forças de Shimazu selou o destino das ilhas e de seu monarca, que foi obrigado a render-se.

Shimazu reedita o decreto interditando armas, muitos ryukyuanos (na sua grande maioria membros da classe Shizoku) começaram secretamente a praticar uma forma de autodefesa em que mãos e pernas eram as únicas armas.

Ano 1669
A fabricação de todas as formas de armas, inclusive as espadas cerimoniais, são banidas.

Ano 1868
Descendente de uma linhagem samurai, nasce Gichin Funakoshi em 10/11/1868, em Yamakawa, Shuri, Okinawa.

Ano 1879
Gichin Funakoshi, aos 11 anos, inicia seu aprendizado de To De (Okinawa-te), sob a orientação de Yasutsune Azato e Yasutsune ltosu.

Ano 1888
Gichin Funakoshi é aprovado no exame para professor escolar, em Shuri, Okinawa, e inicia no magistério no ano seguinte.

Ano 1895
Dai Nippon Butokukai (Associação Japonesa das Grandes Virtudes das Artes Marciais), é fundada pelo governo japonês.

Ano 1899
O Butokuden (Ginásio das Artes Marciais) é construído em Kyoto.

Ano 1902
Gichin Funakoshi faz a primeira demonstração formal de Karate-Do para Shintaro Ogawa, comissário escolar de Kagoshima.

Um ano após, Gichin Funakoshi introduz o primeiro programa de Karate-Do nas escolas públicas, na escola masculina para formação de professores em Shuri e também na escola média da Prefeitura de Daiichi.

Ano 1906
Gichin Funakoshi publica, organiza e conduz a primeira demonstração pública de Karate, em Okinawa. Yasutsune Azato, nascido em 1828, mestre de Funakoshi, Chotoku Kyan e Ankichi Arakaki, conselheiro militar do rei de Okinawa, discípulo de Sokon Matsumura, morre neste ano.

Ano 1911
A Dai Nippon Butokukai Bujutsu Semmon Gakko (Escola de Especialização da Associação Japonesa das Grandes Virtudes das Artes Marciais) é criada no Butokuden (Grande Ginásio das Artes Marciais). O Ministério da Educação estabelece o estudo do Kendo e/ou Judo para estudantes da escola média no Japão.

Um ano depois, Gichin Funakoshi introduz o Karate para integrantes da Marinha Imperial no curso de formação de oficiais.

Ano 1913
Nasce Masatoshi Nakayama, futuro líder da Nihon Karate Kyokai (NKK).

Anos 1914 e 1915
Gichin Funakoshi lidera grupo de mestres do primeiro curso regular de Karate em centenas de demonstrações públicas organizadas por toda a Okinawa. Yasutsune Itosu, que nasceu em 1831, que construiu a base do Karate atual, era instrutor dos Guardas do Império e era o segundo principal Mestre de Funakoshi, falece em 1915.

Ano 1917
Gichin Funakoshi efetua a primeira demonstração de Karate no Butokuden, Kyoto, Japão.

Ano 1921
Gichin Funakoshi demite-se do cargo de professor de escola pública e organiza a Okinawa Shobukai (Sociedade para Promoção do Espírito Marcial). Gichin Funakoshi e dez alunos fazem uma demonstração de Karate durante a visita do Príncipe Imperial no Grande Salão do Castelo de Shuri.

Ano 1922
Como convidado do Ministro da Educação, Gichin Funakoshi faz uma demonstração de Karate na Escola Normal Feminina em Tóquio.

O primeiro artigo sobre o Karate da história é publicado no Jornal Tokyo Nichinichi: "Karate: The Mysterious Art Wrath Produced". Gichin Funakoshi inicia o primeiro curso regular de Karate no Japão no Tabata Popular Club.

É estabelecido o primeiro clube de Karate em Meisei Juku, em Suidobota, Tóquio. Gichin Funakoshi escreve o primeiro livro de Karate, Ryukyu Kempo: To De, publicado pela Bukyo-Sha.

Ano 1924
Gichin Funakoshi inicia o ensino de Karate no dojo de Kendo de Hakudo Nakayama, em Yobashi. Gichin Funakoshi faz apresentação de Karate no Toquio Invitational Prize Contest for Athletes, em Tóquio.

A primeira agremiação de Karate universitário é estabelecida por Gichin Funakoshi na Universidade de Keio.

Ano 1926
Gichin Funakoshi publica Rentan Goshin Karate-Jutsu (Strengthening of Willpower and Self Defense Through Techniques of Karate).

Anos 1928 a 1933
Gichin Funakoshi executa uma apresentação de Karate para a Casa lmperial no Sainei-Kan Hall, no recinto do Palácio Imperial.

Mais de trinta núcleos (clubes, associações, etc...) de Karate são organizados nas universidades e também em outros locais.

Hirokazu Kanazawa, futuro líder da Federação Internacional de Karate Shotokan (SKIF) nasceu na Prefeitura de Iwate, Japão, no ano de 1931.

É introduzido no Karate, o Kihon Kumite (luta combinada básica).

Ano 1934
Após a morte de Takeshi Shimoda em 1934, Gichin Funakoshi nomeia o seu filho Yoshitaka (Gigo) Funakoshi como principal assistente. Yoshitaka, com o apoio de Hironishi e Egami, empenha-se numa transformação profunda do método de seu pai, introduzindo novas técnicas de base, chutes e novas formas de kumite.

É introduzido no Karate, o jyu ippon kumite (luta combinada, meio livre, de um ataque por vez).

Ano 1935
O jyu kumite (luta de estilo livre) foi introduzido no Karate um ano após.

Hironishi adere ao comitê criado por Kichinosuke Saigo, importante figura politica da época e um dos mais antigos alunos de Gichin Funakoshi, que se propõe, como primeira tarefa, a construção do primeiro dojo de karate no Japão. Esse comitê constitui o embrião do Shotokai, a Associação de Shoto (Funakoshi).

Ano 1936
Gichin Funakoshi publica Karate-Do Kyohan (The Master Text of Karate-do), e modifica o ideograma (kanji) significativo de kara (chinês), para kara (vazio).

É fundada a União Japonesa Universitária de Karate.

É efetuada a primeira demonstração de luta no Centro Cívico de Tóquio.

Ano 1937
Masatoshi Nakayama começa seu treinamento no Karate com o mestre Funakoshi aos 24 anos de idade.

Ano 1939
É inaugurado o primeiro dojo no Japão pelos alunos de Gichin Funakoshi, denominado Shotokan, que significa "Academia de Shoto".

Shoto em japonês, ao pé da letra, significa "som do pinheiro", este era o pseudônimo artístico que o mestre Funakoshi assinava seus poemas e caligrafias.

Ano 1943
O dojo Shotokan, que havia sido erguido pelos alunos de Funakoshi em homenagem a ele e mais tarde daria o nome ao estilo, mesmo contra a vontade dele, pois Gichin Funakoshi sonhava com um Karate unificado e não subdividido em estilos, é destruído por bombardeio aéreo durante a Segunda Guerra Mundial.

Ano 1945
Após o ataque japonês a base naval Pearl Harbor, localizada no Havaí, os E.U.A. bombardearam e invadiram o Japão, com isto, Yoshitaka (Gigo) Funakoshi, filho de Gichin Funakoshi, nega-se a alimentar-se e medicar-se com a tecnologia medicinal americana para tratar sua tuberculose, vindo a falecer em função da doença.

Ano 1947
A esposa de Gichin Funakoshi morre e ele retorna para Tóquio com objetivo de reconstruir o Karate que perdera diversos praticantes e sua sede devido a guerra.

Anos 1948 a 1951
As 18h de 1º maio de 1949, no Iomiuri Shibum Hall, é criada a Nihon Karate Kyokai (NKK). A fundação da organização se deveu a iniciativa de Kichinosuke Saigo (que assume a presidência), Genshin Hironishi, Isao Obata, Seichi Takaga e Hiroshi Noguchi, entre outros. Sendo o corpo original dos fundadores da NKK constituído por homens de elevada classe social, cujas ocupações profissionais não lhes permitiam dedicarem-se exclusivamente ao karate, estes decidem colocar a liderança da NKK de fato nas mãos de excelentes tecnicistas e instrutores como Masatoshi Nakayama (nomeado Instrutor-Chefe), e Hidetaka Nishiyama (escolhido para liderar o Conselho Pedagógico), além de homens de reconhecidos dotes de gestão como Kimio Itoh, que é nomeado Diretor Administrativo, e Masatomo Takagi, que é contratado como Secretário Geral da organização. O objetivo original da NKK era o de congregar numa única organização todos os estilos de karate existentes no Japão até então. Tal integração virá porém a se revelar impossível.

Inúmeras demonstrações de Artes Marciais são executadas nas bases aéreas americanas, dentre elas um grupo de demonstração de Karate, liderada por Masatoshi Nakayama, faz apresentações. Em 1949 é oficialmente organizada e fundada pelos alunos mais antigos de Mestre Funakoshi a Nihon Karate Kyokai (Associação Japonesa de Karate), tendo Gichin Funakoshi como Instrutor Chefe Emérito, Masatoshi Nakayama Diretor Técnico, Hidetaka Nishiyama, chefe do comitê de instrução e Kichinosuke Saigo, Isao Obata, Genshin Hironishi, Shigeru Egami como co-fundadores da associação que pretendia realizar o sonho de Funakoshi de unificar todo o Karate-Do japonês.

O Comando Aéreo Estratégico (SACI, envia 23 instrutores de treinamento físico para o Kodokan (escola de judo de Jigoro Kano), onde receberiam instruções sobre artes marciais japonesas, num programa que continuou por 15 anos.

Ano 1953
Gichin Funakoshi excursiona pelas longínquas bases do leste a pedido do Comando Aéreo Estratégico, fazendo demonstrações de Karate para milhares de soldados americanos. Dá-se a introdução oficial do Judo e do Karate nos Estados Unidos da América, através da primeira demonstração efetuada sob os auspícios do Comando Aéreo Estratégico (SACI). Na equipe de demonstração de Karate destacam-se Isao Obata, Toshio Kamata (Watanabe) e Hidetaka Nishiyama.

Ano 1954
Masatoshi Nakayama e Teruyuki Okazaki introduzem o Karate na Tailândia.

Ano 1955
A Nihon Karate Kyokai (Associação Japonesa de Karate) é incorporada ao corpo educacional do governo japonês, sob o Ministério da Educação e abre seu primeiro dojo em Yotsuya, Tóquio.

Tsutomu Ohshima chega aos EUA.

Ano 1956
Hironishi verifica que a NKK não só concretiza esse sonho, mas começa a afastar-se da linha traçada por Funakoshi Sensei, conduzindo o Karate para uma linha mais comercial e voltada ao grande público. Quando a NKK publica as primeiras "Regras de Competição Desportiva de Karate" os alunos mais antigos de Funakoshi reagem e ajudam a re-fundar a Nihon Karate-Do Shotokai, tendo o próprio Funakoshi como presidente, que também era o Instrutor Chefe da NKK. Hirokazu Kanazawa inicia no Karate com Mestre Nakayama logo após a sua formatura na Universidade Takushoku (Takudai). Ele praticara judo até que pode mudar seu treinamento para o karate, isto porque na época cada Universidade especializava-se na prática de uma modalidade esportiva ou de arte marcial, em geral, pertencer a uma Universidade e praticar alguma atividade em outra não era possível. Então teve que mudar de Universidade para poder praticar o que realmente queria.

Tsutomu Ohshima abre um dojo em Los Angeles, Califórnia, funda a South California Karate Association e dá início a prática regular do karate nos EUA.

Ano 1957
Em Tóquio, Gichin Funakoshi falece de causas naturais no dia 26/04/1957.

Genshin Hironishi torna-se presidente da Shotokai e tem Shigeru Egami como braço direito.

O primeiro Campeonato Japonês Universitário é realizado no Ginásio Metropolitano de Tóquio. O primeiro Campeonato Japonês de Karate Shotokan é realizado em Tóquio, no ginásio Metropolitano e vencido por Hirokazu Kanazawa, mesmo com seu punho fraturado.

Anos 50 - A chegada do Karate-Do ao Brasil

O karate chega ao Brasil por meio da colônia japonesa, inicialmente no Estado de São Paulo e posteriormente no Rio de Janeiro, Bahia e outros estados.
  • MITSUSUKI HARADA - chegou ao Brasil no ano de 1955, para trabalhar no Banco América do Sul, agência em São Paulo, e portava o 5º dan outorgado diretamente pelo criador do estilo Shotokan, Gichin Funakoshi. Nasceu na Manchúria em 1928, em 1948 entrou na Universidade Waseda.
  • JUICHI SAGARA - chegou ao Brasil no ano de 1957. Nasceu em Kanagawa, Japão no ano de 1934. Cursou a Universidade de Takudai, onde iniciou a prática do Karate Shotokan. No Brasil, juntamente com Yasutaka Tanaka, Sadamu Uriu e Tetsuma Higashino, todos colegas da Takudai, iniciaram na Vila Prudente em São Paulo, de forma organizada, o ensinamento da prática do Karate.
  • EISUKE OISHI - em 1961 mudou-se para a Bahia aos 19 anos, mesmo não sendo faixa preta. Iniciou Denílson Caribé na prática do Karate, sendo considerado o precursor do Karate no Estado da Bahia.
Ano 1958
Hirokazu Kanazawa torna-se o grande campeão do 2° Campeonato Japonês de Karate Shotokan ao vencer as modalidades de kata e kumite.

Ano 1960
Hidetaka Nishiyama, com Richard C. Brown, publica o primeiro livro sobre Karate em língua inglesa, Karate: The Art of Empty Hand Fighting (Karate: a arte de luta de mãos vazias).

Ano 1961
Após terminar o seu período de estágio escolar nos EUA, Tsutomu Ohshima decide regressar ao Japão e convida Hidetaka Nishiyama para continuar o desenvolvimento da escola que formara em Los Angeles. No entanto, impõe uma condição: que o grupo não se filie na NKK. No verão de 1961 Nishiyama chega aos EUA e apesar da imposição de Ohshima inscreve todos os alunos na NKK.

Teruyuki Okazaki chega na Filadélfia como o primeiro instrutor oficial da NKK nos EUA. É fundada por Hidetaka Nishiyama, a All America Karate Federation (AAKF), em Los Angeles, EUA. É realizado o primeiro Campeonato All America Karate no ginásio Olímpico de Los Angeles.

O petropolitano Lirton Monassa, então aluno de Juichi Sagara, procura em São Paulo os Mestres Sadamu Uriu e Yasutaka Tanaka para que se transferissem para o Rio de Janeiro a fim de introduzirem o karate no estado, o que eles fazem em 1962 quando passam a ministrar na academia Kobukan no bairro de Botafogo, RJ.

Ano 1964
Em 01° de outubro é fundada a Federation of All Japan Karate-do Organizations (FAJKO), em Tóquio, Japão, tendo a NKK como filiada. Mais tarde esta organização mudaria seu nome para Japan Karate Federation (JKF).

A Confederação Brasileira de Pugilismo (CBP) cria um departamento próprio para administrar a modalidade karate no Brasil.

Ano 1965
Os Primeiros Jogos da Amizade do Karate entre equipes dos Estados Unidos e da Seleção Universitária Japonesa são realizados no Winterland Arena, na cidade de São Francisco, Califórnia.

Oficialmente, o 1° Campeonato do Estado do Rio de Janeiro é realizado na cidade do Rio de Janeiro.

Ano 1966
Mestre Masatoshi Nakayama publica Karate-do Shinkyotei (um novo método para ensinar Karate-do), traduzido para o inglês como Dynamic Karate, esta obra apresenta a teoria formal da prática e do ensino do Karate Shotokan e estabelece o básico para estudantes e instrutores de todo o mundo.

Ano 1968
Primeiro World lnvitational Karate Championship Tournament é realizado no Auditório Nacional do México, Cidade do México.

Ano 1969
A Federação Japonesa de Karate (JKF) tem sua fundação aprovada pelo Ministério da Educação do Japão em 13 de janeiro.

Em 10 de outubro a JKF realiza em Tóquio o primeiro campeonato da FAJKO - All Japan Karate-Do Championship com a presença de todos os estilos. Norihiko Iida, membro da NKK, é o grande vencedor.

Ano 1970
A World Union of Karate Organizations/União Mundial das Organizações de Karate (WUKO), sob a liderança do francês Jacques Delcourt, então 4° dan, e da Federação Europeia de Karate (EKF), com o intuito de se tornar a entidade mundial de administração do karate como esporte, é fundada em 09/10/1970.
.
A WUKO realiza o primeiro Campeonato Mundial de Karate da história no dia 10/10/1970 em Tóquio, Japão. Hidetaka Nishiyama foi o chefe da delegação dos EUA, bem como vários outros mestres da NKK o foram por outros países.
.
Primeiro AAKF National Collegiate Karate Tournment é realizado em St. Louis, Missouri, EUA.

Ano 1971
O primeiro campeonato organizado pela NKK é realizado em Tóquio.

Ano 1972
É realizado em Paris, França, no mês de abril, o 2° Campeonato Mundial de Karate, organizado pela WUKO. Hirokazu Kanazawa foi o chefe da delegação japonesa e Hidetaka Nishiyama novamente foi o chefe da delegação americana.
.
O brasileiro naturalizado Luiz Tasuke Watanabe (ótima reportagem na pág. 28), 18 anos, foi o primeiro ocidental a ganhar um título mundial de karate, em 1972, Paris, França, no mundial WUKO, e único a ter seu recorde registrado no Guiness Book por ter, neste mesmo mundial, vencido 8 das 9 lutas que disputou por ippon, o ponto decisivo, conforme regulamento da época.
.
Denilson Caribé de Castro, herdeiro da técnica do Mestre Eisuke Oishi, fundou juntamente com outros, em 23 de outubro de 1972, a Federação Bahiana de Karate (FBK), que seria uma das fundadoras da futura Confederação Brasileira de Karate, sonho que o Mestre Caribé não pôde ver realizado em função de sua morte. Primeiro bahiano a galgar a faixa preta, recebeu o título de "Patrono do Karate Brasileiro", homenagem póstuma concedida pelos inestimáveis serviços prestados ao Karate brasileiro. Também lhe foi outorgada a graduação de 8º grau, sendo um dos poucos mestres brasileiros a atingir essa graduação nesta época.
.
O Karate Kyokushin Oyama chega ao Brasil através de Seiji Isobe. A JKF filia-se a Associação Japonesa de Educação Física em 29 de março.

Ano 1973
Fundada a Pan American Karate Union (PAKU).

Realizado o primeiro Campeonato Pan Americano de Karate, no Rio de Janeiro, Brasil.

O Karate brasileiro é um dos primeiros a participar do circuito mundial da WUKO.

Ano 1974
Em 13/07/1974 é fundada a Federação Paulista de Karate (FPK).

Hidetaka Nishiyama, após perder a vice-presidência da WUKO, funda em 27/09, uma organização mundial paralela a já existente WUKO, a International Amateur Karate Federation (IAKF), na cidade de Nova York, EUA, que agregava principalmente o estilo Shotokan da NKK. Durante vários anos, essas entidades lutariam entre si para obter o reconhecimento do COI, realizando seus campeonatos regionais, continentais e mundiais.

Ano 1975
Com atraso de um ano, conforme concepção original de ocorrer a cada 2 anos, a WUKO realiza o 3° Campeonato Mundial de Karate na Califórnia, EUA.

Em 1975, a IAKF (atual ITKF), patrocinada pela NKK, realizou a 1ª Copa Mundial IAKF em Los Angeles, Califórnia, EUA. Esta competição utilizou o regulamento "shobu sanbom" (numa mesma luta) a fim de agradar o COI e aproveitar o momento de popularidade do Karate, revelando assim uma grande ambição de tornar o Karate uma modalidade esportiva do programa olímpico, mesmo que para isto fosse realizado outro mundial, paralelo ao já existente da WUKO (atual WKF). Percebe-se aqui a força distinta dos mercados europeu (WUKO, atual WKF) e norte-americano (IAKF, atual ITKF) como indício do início da divisão do Karate mundial em função dos holofotes do COI. Hirokazu Kanazawa foi um dos árbitros deste evento.

O primeiro campeonato europeu da IAKF é realizado na cidade de Milão, Itália.

A Federação de Karate do Estado do Rio de Janeiro (FKERJ) é fundada em 08/10/1975.

Ano 1976
O Primeiro Campeonato Mediterrâneo de Karate da IAKF é realizado em Milão, Itália. O Primeiro Campeonato Bolivariano de Karate IAKF é realizado em Lima, Peru. O Primeiro Campeonato IAKF Asia-Oceania é realizado em Hong Kong.

O campeonato comemorativo do Bicentenário Americano, American Bicentennial Invitctional International Karate Championship, é realizado na Filadélfia, Pennsylvania.

Ano 1977
Em dezembro a WUKO realiza o 4° Campeonato Mundial de Karate em Tóquio, Japão.

Neste mesmo ano, a IAKF realiza o seu 2° Campeonato Mundial de Karate, também em Tóquio, Japão.

É fundada em Denver, Colorado, EUA, por Teruyuki Okazaki, a International Shotokan Karate Federation (ISKF).

O Primeiro Campeonato de Karate IAKF América Central-Caribe é realizado na cidade do México.

Durante um Torneio de Confraternização houve um desentendimento de ordem pessoal entre os Sensei Shirai, Enoeda e Asano. Como o Sensei Kanazawa, então Senpai de Nakayama, não conseguiu consertar o ocorrido, conforme sua delegada função, Sensei Nakayama resolveu expulsá-lo (jomei) da NKK.

Ano 1978
O primeiro Campeonato Nacional ISKF é realizado em New Orleans, Louisiana, EUA.

Sensei Hirokazu Kanazawa funda a Shotokan Karate Internacional (SKI).

Ano 1980
É realizado em Madri, Espanha, o 5° Campeonato Mundial de Karate em Madri, Espanha, com algumas novidades:
  • subdivisão do kumite masculino em 6 categorias de peso e com disputas em shobu sanbom (6 waza-ari ou 3 ippon ou combinação dos 2);
  • a categoria open do kumite continua no shobu ippon (2 waza-ari ou 1 ippon);
  • estréia a disputa de kata masculino e feminino.
Após acompanhar, nas mesmas cidades, os passos da WUKO na realização das duas edições anteriores de seus campeonatos mundiais, desta vez, a IAKF realiza o seu 3° campeonato mundial em Bremen, Alemanha Ocidental.

Ano 1981
Shigeru Egami, nascido em 1912, na prefeitura de Fukuoka, um dos alunos mais antigos e herdeiro da Shotokai, a associação okinawana de Gichin Funakoshi, com quem iniciou os treinos aos 18 anos, falece de pneumonia a 08/01/1981. A morte de Shigeru Egami inflinge um tremendo golpe na alma de Genshin Hironishi, que continou a exercer a presidência da Nihon Karate-Do Shotokai, mas passa a assumir um papel progressivamente mais simbólico e chama para a liderança executiva Motohiro Yanagisawa, Chiharu Yamaki e, mais recentemente, Takagi Jotaro.

Ano 1982
A WUKO realiza em Taipei, em novembro, o 6° Campeonato Mundial de Karate e estréia a disputa de kumite feminino dividido em 3 categorias de peso.

O Campeonato Internacional da NKK retorna ao All Japan Karate Championship em Tóquio.

Ano 1983
A IAKF realiza seu 4° Campeonato Mundial de Karate no Cairo, Egito, onde sagrou-se vice-campeão mundial o carioca Ugo Arrigoni Neto, fato que traria enorme repercussão ao Brasil.

Ano 1984
A WUKO realiza em outubro, o 7° Campeonato Mundial de Karate na cidade de Maastricht, Holanda.

Incentivados pelo COI, após muitas reuniões entre os dirigentes da WUKO e da IAKF, finalmente chegaria-se a um acordo sobre a extinção da IAKF e sua conseqüente adesão a WUKO. Para isto, foi realizado um torneio na Hungria no sistema shobu sanbom visando a unificação das regras de competição: o shobu sanbom da WUKO e o shobu ippon da IAKF.

É fundada a American Karate Associations (AJKA), em St. Louis, Missouri, EUA.

É lançado mundialmente, o filme "The Karate Kid", que retrata o estilo Goju Ryu (estilo forte e suave). Ele ofereceria grande mídia e repercussão ao Karate Do de todos os estilos, causando um "boom" nas academias de todo o mundo nos anos 80.

Ano 1985
No dia 06 de junho de 1985, em Berlim, Alemanha, o COI reconheceu a WUKO, em caráter provisório, como a entidade dirigente do Karate mundial, fazendo com que muitos países que tinham a dupla filiação, ou seja, estavam filiados às duas entidades, caso do Brasil, decidissem pela única filiação a WUKO, desligando-se da IAKF.

Com o retorno da Shoto World Cup Karate Championship Tournament a Tóquio, a NKK decide voltar ao regulamento "shobu ippon", por acreditar que assim, o verdadeiro espírito e técnicas do Karate estariam melhor resguardados em ambiente de competição (em alusão ao ikken hissatsu - parar com um golpe).

Com esta derrota perante o COI, a IAKF quebrou o acordo feito com a WUKO em 1984 e passou a utilizar outros caminhos e expedientes para insistir em seu reconhecimento, confundindo o COI, e mudando sua denominação para International Traditional Karate Federation (ITKF), com a intenção de demonstrar que o Karate da ITKF (Nishiyama) e o Karate da WUKO (Nakayama) seriam esportes e modalidades diferentes. A ITKF começa então a aceitar como seus membros, organizações sem o reconhecimento "oficial" dos respectivos países.

Os próximos Jogos Olímpicos seriam em Seul, Coréia do Sul, Ásia, palco perfeito para a entrada do Karate Do. Infelizmente, pelo desacordo, o COI deu preferência ao Tae Kwon Do (os pés como as mãos).

Ano 1986
A WUKO realiza o 8° Campeonato Mundial de Karate na Austrália, que foi caracterizado pela estréia da disputa do kata em equipe masculino e feminino.

Através da iniciativa de Ennio Vezzuli, entre outros, e pela orientação do COB, o Brasil desfilia-se da IAKF e retorna a WUKO após 14 anos de afastamento preconizado por preferências políticas de nossos dirigentes da época, que eram ligados a Hidetaka Nishiyama, presidente da IAKF.

Quando o COI, através dos comitês nacionais (no Brasil, o COB), exigiu a filiação única de seus países membros a WUKO, o então Diretor do Departamento de Karate da CBP, Sensei Yasutaka Tanaka, contrariado com a medida do COB, decide fundar outra federação de Karate. Como o presidente do Conselho Nacional de Desportos (CND) era o seu aluno Manoel José Gomes Tubino, ele o pressionou para que o CND reconhecesse uma nova federação estadual de Karate, o que era proibido com a legislação da época. Este processo estendeu-se para os tribunais, onde o renomado jurista Dr. Paulo Perry conseguiu "provar" a "diferença" entre os dois "Karates" através de uma incrível manobra, na qual ele afirmou que o Karate da WUKO era uma modalidade esportiva, enquanto que o Karate da IAKF era outra, traçando um paralelo entre o futebol de campo e o futebol de salão. Com isto, em 25/11/1986 nascia a Federação de Karate-Do Tradicional do Estado do Rio de Janeiro em oposição a já existente FKERJ, previamente fundada em 1975. Utilizando-se desta jurisprudência, em 1988 a Confederação Brasileira de Karate-Do Tradicional seria fundada.

Ano 1987
Num encontro marcado, os Sensei Kanazawa e Nakayama iriam conversar para possivelmente reatar relações. Em virtude do falecimento de Nakayama na mesma semana, o encontro não foi possível.

Falece em Tóquio, em 15/04/87, aos 74 anos, Shihan Masatoshi Nakayama, 9° dan.

O Karate-Do brasileiro obtém enormes conquistas neste ano, dentre elas:
Contudo, não consegue a unanimidade, desencadeando assim na cisão política do Karate-Do brasileiro em duas forças: o Karate oficial (CBK, WUKO), reconhecido pelo governo brasileiro e pelo COB, formador das seleções brasileiras, e o Karate dos derrotados políticos ligados a agora ITKF (ex-IAKF) de Hidetaka Nishiyama.

A primeira diretoria da CBK: Presidente Fauzi Abdala João Vice-Presidente Hugo Nakamura Secretário Alcir Magalhães Tesoureiro Aldo Lubes Diretor Técnico Teruo Furusho Diretor Médico Camilo Moraes de Albuquerque Lins Diretor de Rel.Públicas Ubirajara Silva Diretor Jurídico Antônio Ferreira Pinto.

Ano 1988
A WUKO realiza o 9° Campeonato Mundial de Karate no Cairo, Egito, e estréia a disputa da categoria open masculino do kumite com dois sistemas: um em disputa de shobu ippon e outro em shobu sanbom. É registrado um n° récorde de países participantes (54) e competidores (1157).

A AJKA, representante da NKK nos EUA, obtém o registro da marca do símbolo nascer do sol, que representa em todo o mundo a NKK.

Marcelo Guimarães Arantes é eleito presidente da CBK para o período 1988/1991, tendo o aclamado Sensei Lirton Monassa como vice e Teruo Furusho, então Diretor Técnico da FKERJ e Presidente da UNICAM, como Diretor Técnico de sua diretoria. Como a composição desta chapa não agradou aos antigos mestres japoneses, que viram seu status quo ser ameaçado pela implantação do regime democrático na organização dirigente da modalidade, então decidem se afastar da CBK e criar no mês de setembro a Confederação Brasileira de Karate-Do Tradicional (CBKT), fundada aos moldes da ITKF, porém não conseguem arrebanhar grande quantidade de filiados, haja vista que somente o Rio de Janeiro, Distrito Federal, Goiás, Rio Grande do Norte, Pará, Rondônia, Ceará, Bahia e São Paulo aderiram na ocasião.

Ano 1989
Após a morte de Nakayama, a NKK se divide em duas facções, uma liderada por Kimio ltoh e a outra por Tetsuhiko Asai.
Um ano após, em 10/06/1990, iniciaria-se o processo litigioso entre as duas facções pelo direito oficial da marca NKK.

Ano 1990
A WUKO realiza o 10° Campeonato Mundial de Karate no México.

Ano 1992
A WUKO realiza o 11° Campeonato Mundial de Karate em Granada, Espanha, e anuncia a disputa do kumite feminino por equipes, além de colocar a disputa do open de kumite somente no sistema shobu sanbom.
Até 1985 no Brasil, as mulheres eram proibidas de participar de competições de Karate na modalidade kumite. Já tendo sido anteriormente duas vezes vice-campeã mundial, em 1990 e 1991, Maria Cecília de Almeida Maia (Ciça) sagra-se campeã mundial na Copa do Mundo WUKO realizada em Fukuoka, Japão, tornando-se a primeira ocidental a ganhar o título mundial de Karate. Seu nome está no Guiness Book.
Teruo Furusho lança sua candidatura à presidência da CBK apoiado por Osvaldo Messias, ex-presidente da FPK, e pelo então presidente da CBK, Marcelo Arantes, tendo como plataforma de campanha a sua diretoria técnica exercida no mandato que findava, estabelecendo-se então como o candidato da situação. Em oposição, é lançada a candidatura de Edgar Ferraz de Oliveira, então presidente da FPK, à presidência da CBK, que por sua vez contou com o apoio de Laerte Ferraz, ex-presidente da FPK.

O resultado da eleição dá empate, o que conforme o estatuto resultaria em uma nova eleição. Teruo Furusho que indigna-se com o resultado e desiste da candidatura. Conforme o estatuto, é considerado eleito para o período 1992/1995, no último voto, dado pela Federação Gaúcha, presidida então por Nelson Guimarães, como o 3° presidente da CBK, o paulista Edgar Ferraz de Oliveira. Teruo Furusho e Osvaldo Messias aliam-se e desligam-se da CBK para fundarem uma outra organização paralela.

Ano 1993
Para adaptar-se às regras do Comitê Olímpico Internacional, foi exigida novamente por este, a união da WUKO e da ITKF sob a égide de World Karate Federation (WKF), fato este que traria um desenvolvimento direcionado à promoção do Karate mundial através da provável inclusão da modalidade no programa olímpico. A união não foi possível por questões técnicas (qual regulamento prevaleceria) e participação política. A WKF absorve a antiga WUKO.

Num vacilo jurídico, a sigla WUKO fica à deriva. No Brasil, ocorre o "estouro da boiada" após a promulgação da fatídica Lei nº 8672, de 6 de julho de 1993, a famigerada Lei Zico, que dava "liberdade" de associação a diferentes federações e/ou ligas de uma mesma modalidade, ocasionando na pulverização da força do Karate-Do nacional em diversas organizações motivadas por ambições político-pessoais diversas.

Ano 1994
A WKF realiza o 12° Campeonato Mundial de Karate em dezembro na cidade de Kota Kinabalu, Malásia, onde o Brasil conquista o bronze no kumite por equipes feminino.

Durante as eleições da WKF, na Malásia, alguns aliados de Jacques Delcourt, então presidente, perdem o seu lugar como Fritz Wenland, vice-presidente WKF, que motivado pela derrota criaria uma outra organização mundial, a WKC.

A partir do Rio de Janeiro (Teruo Furusho) e de São Paulo (Osvaldo Messias), amparados pela Lei Zico, após basearem-se no modelo UNICAM e se estruturarem, é fundada outra confederação de Karate denominada Interestilos, fato este que contribuiria negativamente para a fragmentação do Karate brasileiro em "n" organizações estaduais e nacionais, motivadas também pela pequena durabilidade da "sociedade interestilos", desencadeando na subdivisão do grupo em futuras 3 partes.

Ano 1995
Sob o comando da WKF, o Karate como modalidade esportiva estréia no Circuito Olímpico através de sua inclusão nos Jogos Pan Americanos de Mar del Plata, Argentina.

Ano 1996
A WKF realiza o 13° Campeonato Mundial de Karate na cidade de Sun City, África do Sul, caracterizada pela estréia da disputa open de kumite feminino. Nesta competição, a macaense Samara Jardim conquista a medalha de bronze na categoria junior do kumite.

A World Karate Confederation (WKC) é fundada por um pequeno grupo, a 04/05/1996, em Frankfurt, Alemanha, servindo assim de abrigo para as "n" confederações que surgiam mundo afora, motivadas por perda de espaço político nas federações/confederações de origem, mesmo sem o reconhecimento de seus comitês olímpicos nacionais.

Ano 1997
No Rio de Janeiro é eleito para a presidência da FKERJ, Sensei Fernando Gomes da Silva.

Ano 1998
A WKF realiza o 14° Campeonato Mundial de Karate no Maracanãzinho, Rio de Janeiro. Sob o comando do técnico Antonio Fernando Pinto, o Brasil obtém o Bi Campeonato Mundial de Maria Cecília de Almeida Maia (Ciça) na categoria Open, o Vice-Campeonato com Antonio Carlos Pinto na categoria -75Kg e o 3° lugar de Célio René Vieira na categoria -65Kg.

Em assembléia realizada no Rio de Janeiro, ganha a eleição para a presidência da WKF, o espanhol Antônio Espinós, terminando assim a "Era Jacques Delcourt" que perdurara desde 1970.

Em reforço/atualização à Lei Zico, é instituída a Lei nº 9615, de 24 de Março de 1998, a Lei Pelé. As inúmeras facções do karate brasileiro agradecem por legitimarem suas ambições político-pessoais, contribuindo assim para o enfraquecimento da modalidade.

Ano 1999
No dia 18 de março de 1999 o COI, em sua 109º sessão, em Seul, Coréia do Sul, confirmou o reconhecimento em caráter definitivo da WKF, através de certificado em acordo com o artigo 29 da carta Olímpica, como a federação mundial dirigente da modalidade Karate. O Karate, como modalidade esportiva, firma-se no Circuito Olímpico, através de nova inclusão nos Jogos Panamericanos, agora em Winnipeg, Canadá.

Em última instância, a 10/06/1999 a NKK vence o processo na Suprema Corte Japonesa pelo direito de sua marca, impondo uma derrota ao Shihan Tetsuhiko Asai, 9º dan, um dos mais importantes expoentes do Shotokan e considerado por muitos como o sucessor natural de Nakayama.

Subitamente, poucos dias após ter participado de uma cerimônia realizada em sua homenagem, para a qual foi editado igualmente um livro comemorativo, Genshin Hironishi, então presidente da Shotokai, falece em dezembro faltando-lhe poucos dias para completar 87 anos de idade.

A WKF realiza o 1° Campeonato Mundial de Karate exclusivo para as categorias juvenil (16/17 anos) e junior (18/20 anos).

Ano 2000
A WKF realiza o 15° Campeonato Mundial de Karate Senior em Munique, Alemanha, com um novo récorde de países e competidores participantes, 84 e 1295 respectivamente.

Ano 2002
A WKF realiza em novembro o 16° Campeonato Mundial de Karate Senior em Madri, Espanha.

Ano 2003
O karate, como modalidade esportiva, segue no Circuito Olímpico através de nova inclusão nos Jogos Pan-Americanos, agora em Santo Domingo, República Dominicana.

Ano 2004
A WKF realiza o 17° Campeonato Mundial de Karate Senior no México.
Veja o DVD do Mundial

Ano 2005
Durante votação na 117ª Sessão do COI, 08/07/2005, foram excluídos dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, o beisebol e o softbol, com isso foi quebrado um paradigma que já durava 69 anos. Como nenhum dos esportes que tentavam entrar no programa - squash, Karate, patinação, rugby e golfe conseguiram a votação mínima para se tornarem olímpicos, o programa de Londres 2012 terá apenas 26 esportes. A próxima revisão do programa olímpico ocorrerá daqui a quatro anos, quando outras modalidades poderão sair e outras poderão entrar no programa, inclusive o beisebol e o softbol.

Pela manhã a Sessão do COI votou pela permanência ou pela exclusão de cada um dos 28 esportes. Os membros do COI decidiram então que beisebol e softbol não deveriam permanecer no programa olímpico. Para se manter no programa cada esporte deveria obter 50% mais um dos votos da Sessão do COI. Atendendo ao pedido das Federações Internacionais o COI não divulgou o resultado final da votação que eliminou o beisebol e o softbol.

A tarde aconteceu a votação que decidiria pela entrada dos novos esportes. Após obter a maioria simples dos votos, o squash foi eleito na primeira rodada como o preferido dos eleitores. Na segunda rodada de votação foi a vez do Karate garantir a maioria simples. Ficaram de fora golfe, patinação e rugby. Entretanto, na votação que decidiu se os dois esportes deveriam se tornar olímpicos, squash e karatê não conseguiram obter 2/3 dos votos da Sessão do COI, como prevê a Carta Olímpica.

Assim, o programa olímpico de Londres 2012 terá 26 esportes. A Carta Olímpica determina um mínimo de 15 esportes. Em outubro o Comitê Executivo do COI decidirá as quotas de atletas e as modalidades que constarão do programa olímpico de 2012, respeitando-se o limite de 10.500 atletas e o máximo de 300 provas.

A WKF realiza o 4° Campeonato Mundial Junior de Karate, onde a paulista Valéria Kumizaki sagrou-se Campeã Mundial e o niteroiense Caio Duprat ficou com o vice.

A WKC, numa jogada de marketing e auto-promoção, aceita mais de uma confederação de karate por país.

Após conturbada eleição em abril de 2005, a WKC separa-se em duas facções.

Após o 5° Campeonato Mundial WKC, realizado em Fortaleza, Brasil, em julho de 2005, é votada em assembléia, a mudança do nome da entidade para World Union of Karate-do Organizations (WUKO), adquirindo assim a antiga e renomada sigla absorvida pela WKF 12 anos antes.

Por um descuido jurídico a WKF deixara a sigla WUKO "à deriva", com isto, acabou por prestar um enorme favor à concorrência.

Ano 2006
A WKF realiza o 18° Campeonato Mundial de Karate Senior em Tampere, Finlândia.

Tetsuhiko Asai, 9º dan, um dos mais importantes expoentes do Shotokan, falece a 15/08/2006, vitima de leucemia. Ele era o Instrutor Chefe da Japan Karate Shotorenmei (JKS), líder da facção dissidente da NKK e representava uma interpretação do Shotokan, a Shotokan Ryu Asai Ha, considerada extremamente original.

A WKC (agora WUKO) realiza em Foz do Iguaçu um esvaziado campeonato Pan-Americano de Karate, haja vista que só compareceram quatro países sul-americanos: Brasil, Argentina, Chile e Peru.

Ano 2007
O karate, como modalidade esportiva, segue no Circuito Olímpico nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, infelizmente sem a modalidade kata, mas com grande repercussão e resultados favoráveis a divulgação karate-do brasileiro.

No Pan Rio 2007 os atletas da Seleção Brasileira de Karate, Juarez dos Santos e Lucélia Ribeiro, sagraram-se campeões em suas categorias (+ 80Kg e + 60Kg) e contribuíram decisivamente para que o karate brasileiro conquistasse pela primeira vez o título geral nesta competição. 

A WKF realiza o 5° Campeonato Mundial Junior de Karate.

Ano 2008
Falece Yoshihide Shinzato a 13/01/2008, que nascera em 15/03/1927 e era considerado um dos introdutores do Karate-Do no Brasil.

A WKF anuncia a extinção da classe junior (18/20 anos) e consideráveis atualizações em seu regulamento.

Em 08/11/2008 falece nos EUA o Presidente da ITKF, Shihan Hidetaka Nishiyama, vitimado pelo câncer de pulmão devido ao tabagismo.

O 19° Campeonato Mundial de Karate Senior é realizado em Tóquio, Japão, sob os olhares atentos do COI, e mostrou-se um grande sucesso de técnica e público.

Videoclip.

A WKF realiza em julho um acampamento para treinos destinado a jovens entre 14 e 17 anos, que precedeu a 1° Copa do Mundo Infanto-Juvenil e Juvenil realizado em Chalkida, Grécia.
.
Ano 2009
A quadrianual Assembléia do COI que poderia, através da votação dos presidentes dos comitês olímpicos nacionais, incluir o karate-do no programa olímpico dos Jogos de Verão, fazendo ao favorito karate-do, uma tardia justiça, embora aguardada com esperançosa expectativa, deixou o karate-do mais uma vez de fora ao eleger o rugbi e golf para integrarem as duas vagas disponíveis para os Jogos Olímpicos de 2016.
Douglas Brose vence os Jogos Mundiais na modalidade karate.

Ano 2010
O 20° Campeonato Mundial de Karate Senior é realizado em Belgrado, Sérvia.

O catarinense Douglas Brose sagra-se o primeiro brasileiro nato a conquistar o título de Campeão Mundial.


Ano 2011
A WKF realiza o 7° Campeonato Mundial Junior de Karate em Málaca, Malásia, e o brasiliense Alberto Azevedo conquista uma medalha de bronze na classe Cadete (14/15 anos).

Ano 2012
A WKF realiza o 21° Campeonato Mundial Senior de Karate em Paris, França. 

O catarinense Douglas Brose lutou pelo bi campeonato mundial, mas na final perdeu por 2 x 3 no hantei e ficou com a honrosa medalha de "prata".


Ano 2013
Os quinze membros do Comitê Executivo do COI mais uma vez preterem, dentre uma lista de oito modalidades, o karate para a votação final em setembro de 2013, em Buenos Aires, Argentina, para integrar os Jogos Olímpicos de 2020.

Ao final de janeiro, o cearense Luiz Carlos Cardoso do Nascimento, Prof. Universitário, é eleito o quarto presidente da Confederação Brasileira de Karate.

No dia 01/08/2013 faleceu o primeiro faixa preta brasileiro, Mestre espadeiro (katana japonesa) e 8º dan de karate-do Shotokan, Benedito Nelson Augusto dos Santos.

Em 13/08/2013, Alcyone Machado de Góes Soares Hanshi, co-fundador da FKERJ e 8º dan de karate-do Shotokan, fez sua passagem após complicações cardíacas.

A WKF realiza o 8° Campeonato Mundial Junior de Karate, em Guadalajara, Espanha, onde o cearense Breno Teixeira sagrou-se Campeão Mundial na categoria Júnior - 61Kg.

Ano 2014

Falece prematuramente em um trágico acidente automobilístico o Prof. Renato Franco, técnico da cidade paulista de Presidente Prudente.

A WKF realiza o 22° Campeonato Mundial Senior de Karate em Bremen, Alemanha. 

O catarinense Douglas Brose sagrou-se Bi Campeão Mundial ao vencer um holandês Geoffrey Berens na final da categoria Sênior - 60Kg.

Ano 2014
.
.
.

Fontes:
Esta pesquisa não é definitiva nem acabada. Quem se achar interessado em contribuir, desde que embasado em fontes, favor enviar e-mail.
.
Domo arigato gozaimashita!
.
José Roberto de Oliveira Braga.
Prof° de Ed. Física, faixa preta 3° dan
Home