*** NIJU KUN: 1- Não se esqueça que o Karate deve iniciar com saudação e terminar com saudação; 2- No Karate não existe atitude ofensiva; 3- O Karate é um assistente da justiça; 4- Conheça a si próprio antes de julgar os outros; 5- O espírito é mais importante do que a técnica; 6- Evitar o descontrole do equilíbrio mental; 7- Os infortúnios são causados pela negligência; 8- O Karate não se limita apenas à academia; 9- O aprendizado do Karate deve ser perseguido durante toda a vida; 10- O Karate dará frutos quando associado à vida cotidiana; 11- O Karate é como água quente. Se não receber calor constantemente torna-se água fria; 12- Não pense em vencer, pense em não ser vencido; 13- Mude de atitude conforme o adversário; 14- A luta depende do manejo dos pontos fracos (KYO) e fortes (JITSU); 15- Imagine que os membros de seus adversários são como espadas; 16- Para cada homem que sai do seu portão, existem milhões de adversários; 17- No início seus movimentos são artificiais, mas com a evolução tornam-se naturais; 18- A prática de fundamentos deve ser correta, porém na aplicação torna-se diferente; 19- Não se esqueça de aplicar corretamente: alta e baixa intensidade de força, expansão e contração corporal, técnicas lentas e rápidas; 20- Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre."

Seguidores

Bolsa Atleta Federal

DVDs de Karate-Do

VENDA DE DVDs CE Studio Pilates Kimonos Opção - A Marca dos Campeões

O Melhor da Net

Nihon Karate Kyokai Mão de Ferro Escola de Karate-Do do Brasil Karate Santamariense Mosteiro Zen Morro da Vargem Jutsko - Gustaaf Lefevre Junior Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem

Visualizações

Visitantes

Translate

CAMPEONATO BRASILEIRO DE KARATE - Fase Final - A Ferro e Fogo


"Karate não é para matar, mas para viver."
Yoshihide Shinzato

Ao longo dos dias 16 a 21 de outubro, a Confederação Brasileira de Karate (CBK), entidade oficial de administração nacional desta arte marcial, formadora da Seleção Brasileira oficial, devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), e filiada aos Comitês Olímpicos Brasileiro (COB) e Internacional (COI), realizou em Belo Horizonte, Minas Gerais, a fase final do Campeonato Brasileiro de Karate - Edição 2018.
10 áreas de tatames para quase 3000 atletas inscritos ao longo de quatro dias

A Cerimônia de Abertura do Campeonato Brasileiro foi marcada pelo desfile e congregação das delegações de karateka (cultores do karate) oriundos de vinte e cinco estados, além do pronunciamento do presidente da CBK, membro do Conselho Administrativo do COB, faixa preta 7º dan e Prof. Universitário, Luiz Carlos Cardoso do Nascimento, que enalteceu a presença de tantos atletas e público expectador, bem como os títulos internacionais conquistados pelo karate brasileiro na atual temporada, o planejamento do karate mundial para estrear nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 e a transmissão ao vivo pelo canal SporTv das finais das categorias Sênior da Divisão Especial.
Delegações de 25 estados na Cerimônia de Abertura

Apesar do difícil momento econômico pelo qual passa o país, o karate brasileiro segue em franca ascensão. Ao longo dos quatro dias do campeonato, entre as delegações, torcedores e familiares, um público de aproximadamente cinco mil pessoas esteve presente nas dependências do portentoso Estádio Jornalista Felipe Drummond, carinhosamente apelidado de "Mineirinho"
Ao centro, o Prof. Luiz Carlos Cardoso, presidente da CBK, e demais presidentes das federações estaduais

Exultantes com a confirmação do karate nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 após o projeto do karate ser aprovado na 129ª Sessão do COI, incluso o Campeonato Brasileiro por segmentos (Escolar, Universitário, Estilos e Pessoas com Deficiência), competiram quase três mil atletas, que representaram vinte e cinco estados brasileiros e conferiram ao evento um intercâmbio sócio-esportivo de alto nível entre crianças, jovens, adultos e idosos competidores e seus familiares.
O Karate estará nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

No certame, foram disputadas por atletas das classes Sub 8 (6/7 anos), Sub 10 (10/11 anos), Sub 12 (10/11 anos), Sub 14 (12/13 anos), Cadete (14/15 anos), Júnior (16/17 anos), Sub 21 (18/20 anos), Sênior (18 anos em diante) e Máster (32 anos em diante) as modalidades individuais e por equipes de kata (luta imaginária com formas pré-determinadas) e kumite (luta por pontos). A organização do certame ficou a cargo do staff da CBK e da Federação Mineira de Karate (FMK).
Com credenciamento nível "A" José Roberto Braga atuou como árbitro

As chaves de competição do evento foram coordenadas pelo dir. Técnico da CBK, Prof. William Cardoso, e gerenciadas pelSistema Ronin, que mais uma vez mostrou-se confiável, preciso e funcional. Enfim, sucesso de público e crítica graças a parceria entre o Prof. José Roberto Braga e o programador Carlos Henrique Quadros. 
José Roberto Braga atuou como árbitro

A Associação Maricaense de Karate-Do (AMK), tradicional escola desta arte marcial na Região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro, obteve relevante participação com o árbitro José Roberto Braga, que foi submetido a curso e provas para a renovação de sua licença nível "A", mais alto grau na arbitragem brasileira, além da conquista de duas medalhas de ouro em duas possíveis com a atleta Kelly Brandão Fernandes, que é treinada no Dojo Carlos Paixão - sede da AMK - por Henrique Paixão Sensei e na Escola Municipal Lúcio Thomé Guerra Feteira em Cordeirinho, Maricá, RJ, pelo Prof. José Roberto Braga. 
Time de árbitros que atuaram nos tatames 9 e 10 do evento

Detentora de quatro medalhas na fase final do Campeonato Brasileiro 2016 e mais duas na fase classificatória em 2017, Kelly Fernandes mais uma vez sagrou-se Campeã Brasileira ao permanecer no lugar mais alto do pódio nas categorias de kata e kumite que disputou. Um feito!
Kelly Fernandes durante sua luta na final da categoria Sênior

Apesar da dedicação e perseverança necessárias a conquista dos objetivos atléticos, Kelly Fernandes só pôde competir neste Campeonato Brasileiro de Karate graças as doações de amigos e transeuntes maricaenses que compraram rifas para a aquisição dos recursos essenciais a sua participação.
Kelly Fernandes presente na transmissão ao vivo do SporTv

Acompanhe os resultados de Kelly Fernandes, aluna secundarista do Colégio Estadual Padre Manuel de Abreu, e de todas as categorias do evento em www.sistemaronin.com

Modalidade kata (luta imaginária pré-determinada):
  • Kelly Fernandes - Sênior br/vd - 1º lugar
Kelly Fernandes no topo do pódio Sênior br/vd de kata

Modalidade kumite (luta por pontos):
  • Kelly Fernandes - nior br/vd - 1º lugar
Kelly Fernandes no topo do pódio Sênior br/vd de kumite

Para desenvolver todo o seu potencial, Kelly Fernandes, exemplo para a infância e juventude, precisa de apoio para se manter no esporte. Apesar de ser uma menina guerreira, a adversidade financeira tem sido uma adversária implacável para sua subsistência. Você pode conhecer mais sobre a Kelly Fernandes ao acessar o nosso site www.karateamk.com ou entrar em contato com ela pelo Whats App (21) 99858-1194 para receber seu projeto de patrocínio.

Próximos desafios:
    Outubro
    • 24-25 - Open Nacional CPN de de Karate - Passos/MG
    Dezembro
    • 09 - Campeonato Estadual de Karate - Rio de Janeiro/RJ
    • 16 - Copa Guerra de Karate - Maricá/RJ
    Kelly Fernandes, vitoriosa atleta construída na adversidade

    Repercussão positiva na imprensa:
    Citando o poeta Públio Virgílio Marão, autor da expressão latina "labor omnia vincit" (o trabalho a tudo vence), agradecemos a sinergia promovida por todos os alunos do Dojo Carlos Paixão e da Escola Municipal Lucio Thomé Guerra Feteira, onde o Prof. José Roberto Braga ministra aulas de karate-do pelo Projeto Esporte e Cidadania para Todos do Ministério do Esporte, sem os quais esta missão não alcançaria o êxito obtido.

    Como árvore sem raiz apodrece, oferecemos este resultado em gratidão e reconhecimento a Henrique Paixão Sensei, presidente e fundador da AMK, Mestre do Prof. José Roberto Braga.
    Conheça um pouco mais da AMK e fique por dentro dos dias e horários de treinamento ao clicar na imagem abaixo.
    José Roberto Braga
    Prof° Ed. Física da Rede Estadual (CREF 031403-G/RJ), faixa preta 4° danReg. CBK 19.0003-4Reg. FKERJ P591 e diretor Técnico da AMK