Seguidores

*** NIJU KUN: 1- Não se esqueça que o Karate deve iniciar com saudação e terminar com saudação; 2- No Karate não existe atitude ofensiva; 3- O Karate é um assistente da justiça; 4- Conheça a si próprio antes de julgar os outros; 5- O espírito é mais importante do que a técnica; 6- Evitar o descontrole do equilíbrio mental; 7- Os infortúnios são causados pela negligência; 8- O Karate não se limita apenas à academia; 9- O aprendizado do Karate deve ser perseguido durante toda a vida; 10- O Karate dará frutos quando associado à vida cotidiana; 11- O Karate é como água quente. Se não receber calor constantemente torna-se água fria; 12- Não pense em vencer, pense em não ser vencido; 13- Mude de atitude conforme o adversário; 14- A luta depende do manejo dos pontos fracos (KYO) e fortes (JITSU); 15- Imagine que os membros de seus adversários são como espadas; 16- Para cada homem que sai do seu portão, existem milhões de adversários; 17- No início seus movimentos são artificiais, mas com a evolução tornam-se naturais; 18- A prática de fundamentos deve ser correta, porém na aplicação torna-se diferente; 19- Não se esqueça de aplicar corretamente: alta e baixa intensidade de força, expansão e contração corporal, técnicas lentas e rápidas; 20- Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre."

DVDs de Karate-Do

VENDA DE DVDs CE Studio Pilates Kimonos Opção - A Marca dos Campeões

O Melhor da Net

Nihon Karate Kyokai Mão de Ferro Escola de Karate-Do do Brasil Karate Santamariense Mosteiro Zen Morro da Vargem Jutsko - Gustaaf Lefevre Junior Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem

Visualizações

Visitantes

Translate

CAMPEONATO BRASILEIRO DE KARATE 2018 - Fase Classificatória RJ

Ao longo dos dias 5 a 8 de julho, a Confederação Brasileira de Karate (CBK), entidade oficial de administração nacional desta arte marcialdevidamente reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) e filiada aos Comitês Olímpicos Brasileiro (COB) e Internacional (COI), realizou a fase classificatória do Campeonato Brasileiro de Karate - edição 2018 - na Arena 1 do Parque Olímpico no Rio de Janeiro, RJ.
A Cerimônia de Abertura do Campeonato Brasileiro foi marcada pela congregação de karatekas (cultores do karate) de vinte e três estados, incluso o Distrito Federal e o anfitrião Rio de Janeiro, representado pela Seleção Fluminense da Federação de Karate do Estado do Rio de Janeiro (FKERJ). Em seu pronunciamento, o presidente da CBK, Prof. Luiz Carlos Cardoso do Nascimento, enalteceu a presença dos atletas e seus familiares, bem como os dirigentes das federações estaduais, além do planejamento do karate para estrear nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.
O Karate estará nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

Exultantes com a confirmação do karate nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 após o projeto do karate ser aprovado na 129ª Sessão do COI, competiram mais de seiscentos atletas, que conferiram ao evento uma significativa representatividade numérica e de bom nível técnico.

No certame, foram disputadas por atletas das classes Sub 8 (6/7 anos), Sub 10 (10/11 anos), Sub 12 (10/11 anos), Sub 14 (12/13 anos), Cadete (14/15 anos), Júnior (16/17 anos), Sub 21 (18/20 anos), Sênior (18 anos em diante) e Máster (32 anos em diante) as modalidades individuais e por equipes de kata (luta imaginária com formas pré-determinadas) e kumite (luta por pontos). A organização da competição ficou a cargo do staff da CBK e as chaves de competição do evento foram coordenadas pelo dir. Técnico da CBK, Prof. William Cardoso, e gerenciadas pelSistema Ronin, que mais uma vez mostrou-se confiável, preciso e funcional. Enfim, sucesso de público e crítica graças a parceria entre o Prof. José Roberto Braga e o programador Carlos Henrique Quadros. 
Três gerações do karate-do da Região dos Lagos

A Associação Maricaense de Karate-Do (AMK), tradicional escola desta arte marcial na Região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro, foi representada por seu presidente, Carlos Henrique Cardoso da Paixão - faixa preta 6º dan - pelo diretor Jurídico Antônio Carlos Cardozo - faixa preta 5º dan - e por José Roberto Braga -  faixa preta 4º dan - que atuou como árbitro neste Campeonato. 
Irmãos Cardoso - referências do karate-do maricaense

Carlos Henrique Cardoso da Paixão e seu irmão Antonio Carlos Cardozo, ambos membros do TJD da FKERJ, foram recepcionados com deferência pelo presidente da Confederação Brasileira de Karate (CBK) e membro do Conselho de Administração do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Prof. Luiz Carlos Cardoso Nascimento​ - faixa preta 7º dan, pelo vice-presidente da Federação de Karate do Estado do Rio de Janeiro (FKERJ), Prof. Fernando Gomes​ da Silva - faixa preta 7º dan, e pelo árbitro "A" da Federação Mundial de Karate (WKF), diretor de Arbitragem da CBK e FKERJ, além de uma das maiores autoridades de arbitragem do continente americano, Prof. Celso Rodrigues - faixa preta 8º dan. Tal receptividade, inegavelmente confere a pujança do karate-do maricaense e coloca seus pioneiros professores em posição de reconhecimento e referência, em virtude de seus mais de quarenta anos de serviços prestados a modalidade.
Árbitros Evandro Barcelos (ES) e Sidi Gobbi (RJ). Ao centro, os irmãos Cardoso
Henrique Paixão Sensei e seu aluno há 32 anos José Roberto Braga
Associação Maricaense de Karate-Do (AMK)

Conheça um pouco mais da AMK e fique por dentro dos dias e horários de treinamento ao clicar na imagem abaixo.


José Roberto Braga
Prof° Ed. Física da Rede Estadual (CREF 031403-G/RJ), faixa preta 4° danReg. CBK 19.0003-4Reg. FKERJ P591 e diretor Técnico da AMK