Seguidores

*** NIJU KUN: 1- Não se esqueça que o Karate deve iniciar com saudação e terminar com saudação; 2- No Karate não existe atitude ofensiva; 3- O Karate é um assistente da justiça; 4- Conheça a si próprio antes de julgar os outros; 5- O espírito é mais importante do que a técnica; 6- Evitar o descontrole do equilíbrio mental; 7- Os infortúnios são causados pela negligência; 8- O Karate não se limita apenas à academia; 9- O aprendizado do Karate deve ser perseguido durante toda a vida; 10- O Karate dará frutos quando associado à vida cotidiana; 11- O Karate é como água quente. Se não receber calor constantemente torna-se água fria; 12- Não pense em vencer, pense em não ser vencido; 13- Mude de atitude conforme o adversário; 14- A luta depende do manejo dos pontos fracos (KYO) e fortes (JITSU); 15- Imagine que os membros de seus adversários são como espadas; 16- Para cada homem que sai do seu portão, existem milhões de adversários; 17- No início seus movimentos são artificiais, mas com a evolução tornam-se naturais; 18- A prática de fundamentos deve ser correta, porém na aplicação torna-se diferente; 19- Não se esqueça de aplicar corretamente: alta e baixa intensidade de força, expansão e contração corporal, técnicas lentas e rápidas; 20- Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre."

DVDs de Karate-Do

VENDA DE DVDs

O Melhor da Net

Nihon Karate Kyokai Mão de Ferro Escola de Karate-Do do Brasil Karate Santamariense Mosteiro Zen Morro da Vargem Jutsko - Gustaaf Lefevre Junior Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem

Visualizações

Visitantes

Translate

CAMPEONATO BRASILEIRO DE KARATE - Fase Classificatória ES - O Caminho da Vitória

Ao longo dos dias 8 a 11 de junho, a Confederação Brasileira de Karate (CBK), entidade oficial de administração nacional desta arte marcial, formadora da Seleção Brasileira oficial, devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), e vinculada aos Comitês Olímpicos Brasileiro (COB) e Internacional (COI), realizou a fase classificatória do Campeonato Brasileiro de Karate, edição 2017.
Delegações de 14 estados na Cerimônia de Abertura

A Cerimônia de Abertura do Campeonato Brasileiro foi marcada pela congregação de centenas de karateka (cultores do karate) e pelo discurso do presidente da CBK, Prof. Universitário Luiz Carlos Cardoso do Nascimento, que enalteceu a presença de tantos atletas e público presente, bem como o recém título geral Pan-Americano do karate brasileiro conquistado em Curaçao e o planejamento do karate para estrear nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.
Prof. Luiz Carlos, presidente da CBK

Apesar do difícil momento econômico pelo qual passa o país, o karate brasileiro segue em franca ascensão. Ao longo dos três dias do campeonato, entre as delegações, torcedores e familiares, um público de aproximadamente quatro mil pessoas esteve presente nas dependências do Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, localizado em Vitória, Espírito Santo
Dirigentes nacionais e estaduais do karate brasileiro

Exultantes com a confirmação do karate nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 após o projeto do karate ser aprovado na 129ª Sessão do COI, competiram mais de mil e cem atletas, que representaram catorze estados brasileiros e conferiram ao evento uma significativa representatividade e proveitoso intercâmbio sócio-esportivo entre crianças, jovens, adultos e idosos competidores e seus familiares.
O Karate estará nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

No certame, foram disputadas por atletas das classes Sub 8 (6/7 anos), Sub 10 (10/11 anos), Sub 12 (10/11 anos), Sub 14 (12/13 anos), Cadete (14/15 anos), Júnior (16/17 anos), Sub 21 (18/20 anos), Sênior (18 anos em diante) e Máster (32 anos em diante) as modalidades individuais e por equipes de kata (luta imaginária com formas pré-determinadas) e kumite (luta por pontos). A organização do certame ficou a cargo do staff da CBK.
Seis tatames no ginásio "Tancredão" e muitas disputas

As chaves de competição do evento foram coordenadas pelo dir. Técnico da CBK, Prof. William Cardoso, e gerenciadas pelSistema Ronin, que mais uma vez mostrou-se confiável, preciso e funcional. Enfim, sucesso de público e crítica graças a parceria entre o Prof. José Roberto Braga e o programador Carlos Henrique Quadros. 
Área de competição do evento

A delegação do estado do Rio de Janeiro foi representada pela Federação de Karate do Estado do Rio de Janeiro (FKERJ), e a Comissão Técnica foi liderada pelo presidente da entidade, Prof. Juarez Santos, e pelo diretor Técnico, Prof. Moacir Varella. Os técnicos presentes foram: Elbem Filho, Jaime dos Reis, José Roberto Braga, Leonardo Cruz, Leonardo de Sá, Manoel Varella, Maurício Marmelo, Samara Jardim, Wendell Gonçalves e Letícia (psicóloga).
Comissão Técnica da FKERJ

Também esteve presente ao evento o Mestre Oswaldo Mendonça, ex-atleta da Seleção Brasileira nos anos 70/80, que acompanhou atentamente a competição, concedeu entrevista a cobertura de Tv do canal CBK Play, manejada pelo câmera-repórter Dilvan Vieira, e foi alvo de tietagem daqueles que conhecem seu papel na história do karate brasileiro.
José Roberto Braga e o Mestre Oswaldo Mendonça

A Associação Maricaense de Karate-Do (AMK), tradicional escola desta arte marcial na Região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro, obteve digna participação ao conquistar duas medalhas em três possíveis com a atleta Kelly Fernandes, que é treinada na Academia VIP em Maricá e no Centro Integrado de Educação Pública George Savalla Gomes (CIEP 513 - Palhaço Carequinha) por José Roberto Braga, Prof. de Ed. Física da unidade, que também integrou a Comissão Técnica da delegação fluminense. 
Kelly Fernandes (esq.) na categoria Júnior de kata

Detentora de quatro medalhas na fase final do Campeonato Brasileiro 2016, a atleta espera subir mais alto no pódio na final deste ano e só pôde competir nesta fase classificatória graças a ajuda e doações de amigos e da comunidade escolar estadual, onde cursa o Ensino Médio.
Kelly Fernandes (esq.) na categoria Sênior de kata

Considerando-se o elevado nível técnico da competição, os resultados individuais da aluna participante foram considerados satisfatórios dado o caminho até aqui percorrido, pois a atleta Kelly Fernandes passou por processos seletivos estaduais e garantiu sua vaga na Seleção Estadual Fluminense em maio passado, quando terminou vice-líder do Ranking Estadual por não ter conseguido disputar a primeira das três etapas motivada por dificuldades financeiras.

Acompanhe os resultados de Kelly Fernandes, aluna do Colégio Estadual Padre Manuel de Abreu em Niterói, e de todas as categorias do evento em www.sistemaronin.com

Modalidade kata (luta imaginária pré-determinada):
  • Kelly Fernandes - Júnior br/vd - sem classificação
  • Kelly Fernandes - Sênior br/vd - 1º lugar
Kelly Fernandes em 1º lugar na categoria Sênior (kata)

Modalidade kumite (luta por pontos):
  • Kelly Fernandes - Júnior br/vd - 3º lugar

Kelly Fernandes em 3º lugar na categoria Júnior (kumite)

Simultaneamente ao Campeonato Brasileiro de Karate, a CBK realizou campeonatos brasileiros por segmentos:
  • Campeonato Brasileiro Universitário (em parceria com a CBDU)
  • Campeonato Brasileiro para Pessoas com Deficiência (PCD)
Repercussão positiva na imprensa:
Para desenvolver ainda mais o seu potencial, Kelly Fernandes, exemplo para a infância e juventude de seu bairro e cidade, precisa de apoio para se manter no esporte, pois agora está classificada para disputar a fase final do Campeonato Brasileiro, que será realizada de 12 a 16 de outubro próximo. Apesar de ser uma menina guerreira, a dificuldade financeira tem sido uma adversária implacável. Você pode conhecer mais sobre a Kelly Fernandes ao acessar o nosso site www.karateamk.com ou entrar em contato pelo e-mail ou joserobertoamk@gmail.com para receber seu projeto de patrocínio.
Kelly Fernandes e seu prof. José Roberto Braga e o campeoníssimo técnico Jaime dos Reis

Citando o poeta Públio Virgílio Marão, autor da expressão latina "labor omnia vincit" (o trabalho a tudo vence), agradecemos a sinergia promovida por toda a equipe de professores, funcionários e direção do CIEP 513 George Savalla Gomes e Colégio Padre Manoel da Nóbrega, sem os quais esta missão não alcançaria o êxito obtido.
Como árvore sem raiz apodrece, oferecemos este resultado em gratidão e reconhecimento a Henrique Paixão Sensei, fundador da AMK e Mestre do Prof. José Roberto Braga, que por sua vez se empenha para desenvolver um trabalho de reconhecida qualidade graças aos ensinamentos obtidos ao longo dos últimos trinta e um anos de prática do karate-do.

José Roberto Braga
Prof° Ed. Física da Rede Estadual (CREF 031403-G/RJ), faixa preta 3° danReg. CBK 19.0003-3Reg. FKERJ P591 e diretor Técnico da AMK

Nenhum comentário: