Seguidores

*** NIJU KUN: 1- Não se esqueça que o Karate deve iniciar com saudação e terminar com saudação; 2- No Karate não existe atitude ofensiva; 3- O Karate é um assistente da justiça; 4- Conheça a si próprio antes de julgar os outros; 5- O espírito é mais importante do que a técnica; 6- Evitar o descontrole do equilíbrio mental; 7- Os infortúnios são causados pela negligência; 8- O Karate não se limita apenas à academia; 9- O aprendizado do Karate deve ser perseguido durante toda a vida; 10- O Karate dará frutos quando associado à vida cotidiana; 11- O Karate é como água quente. Se não receber calor constantemente torna-se água fria; 12- Não pense em vencer, pense em não ser vencido; 13- Mude de atitude conforme o adversário; 14- A luta depende do manejo dos pontos fracos (KYO) e fortes (JITSU); 15- Imagine que os membros de seus adversários são como espadas; 16- Para cada homem que sai do seu portão, existem milhões de adversários; 17- No início seus movimentos são artificiais, mas com a evolução tornam-se naturais; 18- A prática de fundamentos deve ser correta, porém na aplicação torna-se diferente; 19- Não se esqueça de aplicar corretamente: alta e baixa intensidade de força, expansão e contração corporal, técnicas lentas e rápidas; 20- Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre."

DVDs de Karate-Do

VENDA DE DVDs

O Melhor da Net

Nihon Karate Kyokai Mão de Ferro Escola de Karate-Do do Brasil Karate Santamariense Mosteiro Zen Morro da Vargem Jutsko - Gustaaf Lefevre Junior Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem

Visualizações

Visitantes

Translate

CAMPEONATO BRASILEIRO JUNIOR DE KARATE - A Hora da Verdade

A Confederação Brasileira de Karate (CBK), entidade oficial de administração desta arte marcial em nosso país vide o seu reconhecimento pelo MEC, COB e COI, realizou ao longo dos dias 3 e 4 de  agosto a edição 2012 do Campeonato Brasileiro Junior e Sub 21 de Karate. Nele, foram disputadas pelas classes Junior (16/17 anos) e Sub 21 (18/20 anos) as modalidades de kata (luta imaginária com formas pré-determinadas) e shiai kumite (luta por pontos). 
A organização do evento realizado em Goiânia ficou sob a incumbência da Federação de Karate do Estado de Goiás (FEKAEGOe contou com a presença de mais de quatrocentos selecionados atletas de todo Brasil.
Por intermédio das seleções de suas federações estaduais, no estado considerado como "o coração do Brasil", os numerosos atletas defenderam as cores das bandeiras dos seus estados de origem ao longo da mais importante competição nacional da modalidade.
Durante a sexta-feira (03/08) ocorreram cursos voltados para técnicos e árbitros, e as 20h ocorreu a Cerimônia de Abertura, a qual foi entoada pela banda marcial do estado anfitrião, que por sua vez ofereceu bela trilha sonora para o desfile das delegações estaduais, e também houve apresentações de dança e músicas regionais. Ainda na Cerimônia de Abertura, pôde-se ouvir uma oportuna citação proferida pelo presidente da CBK:


"Só existem dois dias nos quais nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto, hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver". 
Dalai Lama
Meninas do Rio de Janeiro: Monique de Novaes, Marina Oliva, Ana Carolina Varella, Larissa Correia e a nossa Larissa Barbosa Braga

As competições aconteceram no Ginásio Poliesportivo Rio Vermelho durante todo o sábado. Para aqueles que conquistaram o título de Campeão Brasileiro, a CBK reservou uma das duas vagas por categoria para integrar a Seleção Brasileira que disputará o 23º Campeonato Pan-Americano Junior, que este ano será realizado em Cancún, México.
Eric Henrique Braga (esq.) na semifinal Junior

A AMK, tradicional e mais antiga escola de karate do município de Maricá, RJ, enviou rumo a um dos maiores desafios desta temporada, os integrantes maricaenses da Seleção Estadual Fluminense de Karate, Larissa Barbosa Bragaestudante bolsista do curso de Administração na Universidade Veiga de Almeida (UVA - Cabo FrioEric Henrique Braga (17), atleta da Seleção Brasileira Junior, Tri Campeão Brasileiro e também bolsista no curso de Engenharia de Produção da UVA - Cabo Frio, e medalhista de bronze no 12º Campeonato Sul-Americano Junior de Karate, realizado em junho no Peru, além do técnico José Roberto Braga (38), que somados a mais  quarenta atletas e uma coesa Comissão Técnica, lutaram pela honra e prestígio do karate do Estado do Rio de Janeiro.
Técnicos Fluminenses Valdinar de Souza, Manoel Varella, Alexandre Bagestão, José Roberto Braga e Jaime dos Reis

De acordo com as suas periodizações, em suas bagagens nossos karateka levaram os frutos de treinamentos realizados em duas sessões diárias desde o Natal passado, a liderança do ranking de suas categorias após três Seletivas Estaduais, além de diversos treinos ministrados pelos técnicos da Seleção Estadual Fluminense de Karate.
Eric Henrique Braga (esq.) na luta por mais uma honrosa medalha nacional

Na primeira rodada da categoria Junior - 55 Kg, após intensa luta contra um adversário paulista, Eric Henrique Braga venceu por 4 x 1 e avançou a semifinal para lutar pelo possível Tetra Campeonato Brasileiro. 
Já na semifinal, Eric Henrique Braga procurou impor oportunismo em lugar  de grande volume de luta. Como o adversário paraibano era improdutivo para pontuar, procurou "enrolar" o confronto tanto quando pôde. Após o tempo regulamentar, convenceu a maioria dos árbitros (3 x 2) e avançou a final. 
No pódio Brasileiro, a bandeira de Maricá nas mãos de Eric Henrique Braga e do técnico Jaime dos Reis

Agora na repescagem pela medalha de bronze, Eric Henrique Braga enfrentou o seu arquival paulista. Apesar de iniciar em desvantagem (0 x 1), com frieza e coragem realizou um bom combate, do qual saiu vencedor após uma convincente virada (3 x 1). Eric Henrique Braga não faturou o título Brasileiro desta vez, mas além dos três que possui (2007, 2008, 2011), acrescentou mais uma medalha de bronze as que possui (2005 e 2009). Em 2006 Eric Henrique Braga sagrou-se Vice-Campeão Brasileiro. 
Eric Henrique Braga e seu pai e professor José Roberto Braga

Retornar a Seleção Brasileira de Karate, eis a meta de Larissa Barbosa Braga ao participar pela décima vez de um Campeonato Brasileiro em sua jovem e vitoriosa carreira.
Larissa Barbosa Braga (dir.) no início da primeira contenda

Após ver a sua vaga conquistada na Seleção Brasileira de Karate 2011 fugir por entre os dedos por conta da data de seu aniversário (17/08) que estava entre as datas dos Campeonatos Sul-Americano e Pan-Americano, Larissa Barbosa Braga viu sua vaga na Seleção Brasileira se distanciar ao perder a última luta da Seletiva Nacional 2012 por apertados votos dos árbitros (2 x 3), algo bem diferente do que a então estabilidade desta notável karateka na Seleção Brasileira.

Durante este período de reconstrução, Larissa Barbosa Braga se ocupou de disciplina e determinação para que sua nova chance não fosse desperdiçada. Além da difícil e forte concorrência de atletas de técnicos de renome em sua categoria, havia ainda a pressão pela ampliação de seu recorde, haja vista ser ela a única Hepta Campeã Brasileira de Karate consecutiva da história do karate brasileiro.
Larissa Barbosa Braga: em números é a atleta mais vencedora de sua geração

Com os infortúnios lhe cedendo trégua, Larissa Barbosa Braga agora vê o sol voltar a brilhar sobre o seu semblante. Talvez pela sua incomparável determinação para vencer, talvez pela sua capacidade de convergir e catalisar o bem ao seu redor em seu favor.
Larissa Barbosa Braga lembra por vezes o personagem infantil do filme Searching for Bobby Fischer, pois para ela o que importa é o resultado a seu favor e não a rivalidade em sí. Todas as rivais a quem vence, procura nutrir bons sentimentos tamanho é seu coração e personalidade emoldurada por bondade.
Larissa Barbosa Braga e suas lágrimas douradas

Estreiando em Campeonatos Brasileiros na classe Sub 21, Larissa Barbosa Braga enfrentou na primeira rodada uma atleta paulista. Mesmo sob a pressão do iminente oitavo título Brasileiro, venceu por apertado 1 x 0. Nas quartas-de-finais enfrentou a adversária catarinense que havia sido escolhida pelos árbitros na Seletiva Nacional 2012, e sob os cuidados do técnico mais vitorioso do karate brasileiro em atividade, Profº Jaime dos Reis, Larissa Barbosa Braga serviu-se de sua longa preparação e de convicta obediência tática para vencer e avançar a fase seguinte.
Larissa Barbosa Braga é maricaense de verdade e com orgulho

Na semifinal, venceu a adversária bahiana por consistentes 6 x 2 e qualificou-se para disputar a grande final da categoria Sub 21 para atletas com menos de 60 Kg. 
No "xadrez" da competição por equipes, Larissa Barbosa Braga foi orientada pelo técnico Fernando Ribeiro 

A adversária da final foi a mesma brasiliense que lhe vencera na Copa Brasil 2012, porém, desta vez o final foi feliz e arrasador (4 x 0), o que lhe possibilitou estender seu recorde absoluto como Octa Campeã Brasileira consecutiva, feito único no karate brasileiro.
Pódio da Equipe feminina Sub 21: DF em 1º, SP em 2º e RJ em 3º
Ao centro, o técnico Fernando Ribeiro, mentor da equipe composta por Larissa Barbosa Braga, Monique de Novaes, Marina Oliva e Letícia Pereira

Outros atletas do karate fluminense também brilharam como ouro neste Campeonato Brasileiro, destaques para:
  • Nathália Sáuma - Kata Junior - 1º lugar
  • Adam Ramos - Kumite Sub 21 + 78 Kg - 1º lugar
  • Marina Oliva - Kumite Sub 21 + 60 Kg - 1º lugar
  • Filipe Cordeiro (SC) - Kumite Junior - 61 Kg - 1º lugar
  • Ana Carolina Varella - Kumite Junior - 53 Kg - 2º lugar
  • Luan Nogueira - Kumite Junior - 76 Kg - 3º lugar
O resultado geral do campeonato ficou assim:
  1. lugar = Distrito Federal = 6 medalhas de ouro
  2. lugar = São Paulo = 5 medalhas de ouro
  3. lugar = Rio de Janeiro = 4 medalhas de ouro
Técnico Jaime dos Reis e parte das medalhas conquistadas
Alcyone Machado Hanshi (8º dan) parabenizou nossos karateka

Repercussão positiva:
Próximos desafios da temporada:
Agosto
Clique aqui e saiba tudo sobre a 6ª Copa Maricá de Karate
Setembro
Outubro
Novembro
Larissa Barbosa Braga, Eric Henrique Braga e os técnicos Jaime dos Reis e José Roberto Braga

Para conhecer mais sobre estes guerreiros, acesse nosso site http://www.karateamk.com/ ou entre em contato pelo e-mail joserobertoamk@gmail.com .
APOIO
José Roberto Braga
Prof° Ed. Física CREF 031403-G/RJ, faixa preta 3° dan, Reg. CBK 3.079, Reg. FKERJ P 0795

2 comentários:

Sidrack Filho disse...

O que falar meu amigo. Continue e continue..........

Aos meus sobrinhos do coração um beijo no coração.

Franz Margherini disse...

Parabéns mais uma vez, outras mais, pelo belo trabalho apresentado!

Oss... !