*** NIJU KUN: 1- Não se esqueça que o Karate deve iniciar com saudação e terminar com saudação; 2- No Karate não existe atitude ofensiva; 3- O Karate é um assistente da justiça; 4- Conheça a si próprio antes de julgar os outros; 5- O espírito é mais importante do que a técnica; 6- Evitar o descontrole do equilíbrio mental; 7- Os infortúnios são causados pela negligência; 8- O Karate não se limita apenas à academia; 9- O aprendizado do Karate deve ser perseguido durante toda a vida; 10- O Karate dará frutos quando associado à vida cotidiana; 11- O Karate é como água quente. Se não receber calor constantemente torna-se água fria; 12- Não pense em vencer, pense em não ser vencido; 13- Mude de atitude conforme o adversário; 14- A luta depende do manejo dos pontos fracos (KYO) e fortes (JITSU); 15- Imagine que os membros de seus adversários são como espadas; 16- Para cada homem que sai do seu portão, existem milhões de adversários; 17- No início seus movimentos são artificiais, mas com a evolução tornam-se naturais; 18- A prática de fundamentos deve ser correta, porém na aplicação torna-se diferente; 19- Não se esqueça de aplicar corretamente: alta e baixa intensidade de força, expansão e contração corporal, técnicas lentas e rápidas; 20- Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre."

Seguidores

Bolsa Atleta Federal

DVDs de Karate-Do

VENDA DE DVDs CE Studio Pilates Kimonos Opção - A Marca dos Campeões

O Melhor da Net

Nihon Karate Kyokai Mão de Ferro Escola de Karate-Do do Brasil Karate Santamariense Mosteiro Zen Morro da Vargem Jutsko - Gustaaf Lefevre Junior Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem Comitê Brasileiro de Clubes

Visualizações

Visitantes

Translate

CAMPEONATO BRASILEIRO DE KARATE - Fase Classificatória DF

Ao longo dos dias 27 a 31 de março, a Confederação Brasileira de Karate (CBK), entidade oficial de administração nacional desta arte marcialdevidamente reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), e vinculada aos Comitês Olímpicos Brasileiro (COB) e Internacional (COI), realizou a Fase Classificatória DF do Campeonato Brasileiro de Karate - Edição 2019 -  e a 1ª Seletiva Nacional 2019 para formação da Seleção Brasileira de Karate.
Delegações de 23 estados na Cerimônia de Abertura

A Cerimônia de Abertura do Campeonato Brasileiro foi marcada pela congregação de dirigentes das federações estaduais de karate de todo o Brasil, bem como pelo pronunciamento do presidente da CBK, Prof. Universitário Luiz Carlos Cardoso do Nascimento, que enalteceu a presença do numeroso público participante e presente nas arquibancadas, bem como o período de excelência do karate brasileiro.
Mesa de Honra com os presidentes da CBK e das federações estaduais
Prof. Luiz Carlos, presidente da CBK, ladeado pelo secretário de Esportes do DF e ex-Ministro do Esporte, Sr. Leandro Cruz (dir.)
"Juramento do Atleta" proferido pelo atleta anfitrião Gabriel Hardy

A delegação do estado do Rio de Janeiro foi representada pela Federação de Karate do Estado do Rio de Janeiro (FKERJ) e sua Comissão Técnica formada pelos técnicos: Fernanda Leão, Jaime dos Reis, Leonardo Cruz, Leonardo de Sá, Manoel Varella, Maurício Santiago e Samara Jardim, entre outros.
Fernanda Leão e Samara Jardim, técnicas do RJ entre outros
Atleta Kelly Fernandes perfilada junto a Seleção Fluminense de Karate
Árbitros perfilados durante a Cerimônia de Abertura

Ao longo dos quatro dias de competição, entre as delegações, torcedores e familiares, um público de aproximadamente quatro mil pessoas esteve presente nas dependências do Ginásio de Esportes do Cruzeiro em Brasília, Distrito Federal
Seis áreas de competição ao longo de quatro dias

As chaves de competição do evento foram coordenadas pelo dir. Técnico da CBK, Prof. William Cardoso, e gerenciadas pelSistema Ronin, que mais uma vez mostrou-se confiável, preciso e funcional. Enfim, sucesso de público e crítica graças a parceria entre o Prof. José Roberto Braga e o programador Carlos Henrique Quadros. Desta vez, a novidade foi a gestão da novíssima metodologia de apuração tensu (notas) da modalidade de kata, que retornou na Seletiva Nacional a ser avaliada conforme décadas atrás, mas agora com ponderação entre os critérios técnico (70%) e atlético (30%).
Árbitro José Roberto Braga durante outorga de pontuação

Exultantes com a confirmação do karate nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 após o projeto do karate ser aprovado na 129ª Sessão do COI, ao longo dos quatro dias competiram mais de mil seiscentos atletas, que representaram vinte e três estados brasileirosos quais conferiram alto nível técnico ao evento para deleite dos numerosos torcedores, familiares nas arquibancadas, autoridades presentes e imprensa.


O Karate estará nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

No certame, foram disputadas por atletas das classes Sub 8 (6/7 anos), Sub 10 (10/11 anos), Sub 12 (10/11 anos), Sub 14 (12/13 anos), Cadete (14/15 anos), Júnior (16/17 anos), Sub 21 (18/20 anos), Sênior (18 anos em diante) e Máster (32 anos em diante) as modalidades individuais e por equipes de kata (luta imaginária com formas pré-determinadas) e kumite (luta por pontos). A organização do certame ficou a cargo do staff da CBK.
Kelly Fernandes (esq.) da AMK/FKERJ vs atleta de Santa Catarina

A Associação Maricaense de Karate-Do (AMK), tradicional escola desta arte marcial na Região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro, obteve digna participação ao conquistar medalhas com a atleta Tânia Lucas Corrêa Souza na categoria Máster 52/55 anos e com a atleta Kelly Fernandes na categoria Sub 21 18/20 anos, além da participação do árbitro José Roberto Braga, que após submeter-se a curso e prova prática, manteve pelo terceiro ano consecutivo sua credencial nível "A", mais alto grau na arbitragem brasileira.
Tânia Lucas, prata em kata e kumite Máster

Tânia Lucas, que é treinada no Dojo Carlos Paixão (sede da AMK) com Henrique Paixão Senseié um talento que se refugiou no bucólico clima de Maricá, RJ, onde reside há oito anos com seu esposo e filhos, também praticantes. Apesar de seu reconhecimento no meio do karate-do, vive anonimamente em meio a rotina diária. Praticante desde 1978, ainda no início da década de 80, ela foi a primeira atleta do sexo feminino do estado do Rio de Janeiro a disputar um Campeonato Brasileiro da modalidade.
Kelly Fernandes (dir.) da AMK/FKERJ orientada pelo técnico Jaime dos Reis contra a atleta do Espírito Santo

Detentora dos títulos de Campeã Brasileira 2018 nas modalidades kata e kumite na Divisão de Iniciantes (até faixas verde), Campeã Estadual 2018 em kumite e Vice-Campeã Estadual 2018 em kata já na na Divisão Especial (para faixas roxa a preta)Kelly Fernandes encontrou maior resistência em suas adversárias e obteve resultados mais modestos nesta etapa classificatória do Campeonato Brasileiro do início desta temporada.
Kelly Fernandes (dir.) emplacou 4 x 0 na final da repescagem contra a atleta de Minas Gerais 

Kelly Fernandesatleta bolsista na Academia VIP, onde faz sua preparação física e aluna de José Roberto Braga, que desenvolve o Projeto Esporte e Cidadania para Todos na Escola Municipal Prof. Alcione Soares Rangel da Silva em Bambuí, Maricá, RJ, participou das categorias da classe Sub 21 (para atletas com 18 a 20 anos) e da classe Sênior (atletas com 18 anos em diante) no Campeonato Brasileiro e na categoria Sub 21 - 55Kg na Seletiva Nacional, competição que selecionou os atletas da Seleção Brasileira que representará nosso país no Campeonato Sul-Americano a realizar-se no final de abril em Santa Cruz, Bolívia.
Kelly Fernandes (esq.) vs atleta do Espírito Santo

Considerando-se o elevado nível técnico também da Seletiva Nacional, os resultados individuais de Kelly Fernandes foram considerados satisfatórios dado o caminho até aqui percorrido, haja vista que a atleta passou pelo processo seletivo estadual e garantiu sua vaga na Seleção Estadual Fluminense ainda em fevereiro. Após quatro duras lutas na Seletiva Nacional, já em sua primeira tentativa de integrar a Seleção Brasileira de Karate, a atleta ficou com a vaga de primeira reserva ao terminar em 3º lugar, pois conforme regulamento da CBK a Seletiva Nacional classificou dois atletas por categoria.

Conheça os resultados geral e individuais ao clicar aqui e abaixo acompanhe os resultados das alunas da AMK:

Modalidade kata (luta imaginária pré-determinada):
Modalidade kumite (luta por pontos):
Kelly Fernandes da AMK conquistou o 3º lugar na etapa classificatória do Campeonato Brasileiro 2019 e também na Seletiva Nacional

Mesmo com os apoios da Academia VIP (preparação física), Araken Pet CenterCarlinhos do GásRestaurante Varandão do Zé Carlos (nutrição) e Rede Fontoura de Combustíveis, a fim de desenvolver ainda mais o seu potencial, Kelly Fernandes, exemplo para a infância e juventude, necessita de maior apoio para se manter no esporte. Você pode conhecer mais sobre seu projeto de patrocínio ao entrar em contato pelo seu Whats App (21) 99858-1194.
 Kelly Fernandes e o "monstro tático", Jaime dos Reis, técnico da Seleção Fluminense de Karate 

Classificadas para a final do Campeonato Brasileiro de Karate - Edição 2019 - que será realizado no Rio Grande do Sul em outubro, Kelly Fernandes e Tânia Lucas seguem em treinamento e na luta diária para a captação de apoio e recursos para suas subsistências no esporte.

Próximos desafios:


Abril
  • 14 - 7º Arnold Classic South America - Karate - São Paulo, SP
Maio
  • 19Campeonato Estadual de Karate - Fase Classificatória - Maricá, RJ
  • 23 - 26 - Campeonato Brasileiro de Karate - Fase Classificatória - Recife, PE
  • 26 - 2ª Seletiva Nacional de Karate - Recife, PE
Junho
  • 23 - Open Nacional CPN de Karate - Passos, MG
Julho
  • 04 - 07 - Campeonato Brasileiro de Karate - Fase Classificatória - São Paulo, SP
Agosto
  • 27 - 31 - Campeonato Pan-Americano Júnior de Karate - Guaiaquil, Equador
Outubro
  • 08 - 12 - Campeonato Brasileiro de Karate - Fase Final - Rio Grande do Sul
  • 23 - 27 - Campeonato Mundial Júnior de Karate - Santiago, Chile
Dezembro
  • 07 - Campeonato Estadual de Karate - Fase Final - Rio de Janeiro, RJ
Repercussão positiva na imprensa:
Citando o poeta Públio Virgílio Marão, autor da expressão latina "labor omnia vincit" (o trabalho a tudo vence), agradecemos a sinergia promovida por todos os alunos do Dojo Carlos Paixão e da Escola Municipal Prof. Alcione Soares Rangel da Silva, onde o Prof. José Roberto Braga ministra aulas de karate-do pelo Projeto Esporte e Cidadania para Todos da Secretaria Nacional do Esporte, sem os quais esta missão não alcançaria o êxito obtido.

Em gratidão e reconhecimento, oferecemos estes resultados a Henrique Paixão Sensei, presidente e fundador da AMK, que junto a seu irmão Antônio Carlos Cardozo, desenvolvem o karate-do em Maricá, RJ, há mais de quarenta anos.
Associação Maricaense de Karate-Do

Conheça um pouco mais da AMK e fique por dentro dos dias e horários de treinamento ao clicar na imagem abaixo.
José Roberto Braga
Prof° Ed. Física da Rede Estadual (CREF 031403-G/RJ), faixa preta 4° danReg. CBK 19.0003-4Reg. FKERJ P591 e diretor Técnico da AMK

Um comentário:

Sidrack Filho disse...

Parabéns mais uma vez!