Seguidores

*** NIJU KUN: 1- Não se esqueça que o Karate deve iniciar com saudação e terminar com saudação; 2- No Karate não existe atitude ofensiva; 3- O Karate é um assistente da justiça; 4- Conheça a si próprio antes de julgar os outros; 5- O espírito é mais importante do que a técnica; 6- Evitar o descontrole do equilíbrio mental; 7- Os infortúnios são causados pela negligência; 8- O Karate não se limita apenas à academia; 9- O aprendizado do Karate deve ser perseguido durante toda a vida; 10- O Karate dará frutos quando associado à vida cotidiana; 11- O Karate é como água quente. Se não receber calor constantemente torna-se água fria; 12- Não pense em vencer, pense em não ser vencido; 13- Mude de atitude conforme o adversário; 14- A luta depende do manejo dos pontos fracos (KYO) e fortes (JITSU); 15- Imagine que os membros de seus adversários são como espadas; 16- Para cada homem que sai do seu portão, existem milhões de adversários; 17- No início seus movimentos são artificiais, mas com a evolução tornam-se naturais; 18- A prática de fundamentos deve ser correta, porém na aplicação torna-se diferente; 19- Não se esqueça de aplicar corretamente: alta e baixa intensidade de força, expansão e contração corporal, técnicas lentas e rápidas; 20- Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre."

DVDs de Karate-Do

VENDA DE DVDs CE Studio Pilates Kimonos Opção - A Marca dos Campeões

O Melhor da Net

Nihon Karate Kyokai Mão de Ferro Escola de Karate-Do do Brasil Karate Santamariense Mosteiro Zen Morro da Vargem Jutsko - Gustaaf Lefevre Junior Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem

Visualizações

Visitantes

Translate

CAMPEONATO BRASILEIRO DE KARATE - A Hora da Verdade!

A Confederação Brasileira de Karate (CBK), entidade oficial de administração desta arte marcial em nosso país, vide o seu reconhecimento pelo MEC, COB e COI, realizou ao longo dos dias 17, 18 e 19 de junho a edição 2011 do Campeonato Brasileiro Junior e Sub 21 de Karate. Foram disputadas pelas classes Junior (16/17 anos) e Sub 21 (18/20 anos) as modalidades de kata (luta imaginária com formas pré-determinadas) e shiai kumite (luta por pontos). A organização do evento ficou a cargo da Federação Catarinense de Karate (FCK).
A bela cidade turística de Balneário Camboriú, localizada na região do Vale do Itajaí em Santa Catarina, recebeu neste evento mais de quatrocentos atletas dos estados de Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, e Tocantins, além do Distrito Federal. Por intermédio das Seleções de suas federações estaduais, estes bravos atletas defenderam as cores das bandeiras de seus estados de origem.
Para aqueles que conquistaram o título de Campeão Brasileiro, a CBK reservou a honra e o mérito de integrarem a Seleção Brasileira que disputará o 22º Campeonato Pan-Americano Junior, que este ano será realizado em Fortaleza, Ceará.
Maricá compondo a elite do karate brasileiro
A Cerimônia de Abertura, realizada a partir das 19h da sexta-feira (17/06), foi engrandecida pela presença de consagrados nomes do karate-do brasileiro, dentre eles, o presidente da CBK, Renshi Edgar Ferraz de Oliveira, que deu as boas vindas ao laureado casal Douglas Brose, Campeão Mundial 2010, e Lucélia de Carvalho, Tri Campeã dos Jogos Pan-Americanos, o Sensei Luís Otávio Lacombe, Técnico da Seleção Brasileira Senior, o Hanshi Alcyone Soares (8º dan), Mestre de maior graduação presente, e aquele que é considerado um dos melhores karateka da história desta arte marcial no Brasil, o Kenshusei Ennio Vezulli.
Eric Henrique Braga, Sensei Ennio Vezulli e Larissa Barbosa Braga: Recordação ou prêmio?
.
A AMK, tradicional e mais antiga escola de karate do município de Maricá, RJ, enviou na quinta-feira (16/06), rumo a um dos maiores desafios desta temporada, os integrantes da Seleção Estadual Fluminense de Karate, Eric Henrique Braga (16), Larissa Barbosa Braga (17), e o Técnico nível "A" CBK José Roberto Braga (37), que somados a mais sessenta atletas e uma coesa Comissão Técnica lutaram em nome da honra e prestígio do karate do Estado do Rio de Janeiro.
Em destaque, a Seleção Brasileira convocada para o Sul-Americano 2011
De acordo com as suas periodizações, em suas bagagens nossos karateka levaram os frutos de intensos treinamentos realizados em dois turnos diários desde o Natal passado, a liderança do ranking de suas categorias após três Seletivas Estaduais, diversos treinos ministrados pelos Técnicos Ulisses Sampaio e Jaime Sobrinho junto a Seleção Estadual Fluminense, além das vitórias nas Seletivas Nacionais e mais treinos pela Seleção Brasileira em Araçatuba, SP, as quais os classificaram para disputarem o 11º Campeonato Sul-Americano Junior no final deste mês em Assunção, Paraguai.

ERIC HENRIQUE BRAGA – O Retorno do Rei
.
Eric (dir.) na luta por seu lugar ao sol
Após quebrar uma competente seqüência de cinco pódios consecutivos em Campeonatos Brasileiros (2005 – 2009) e amargar toda a temporada 2010 longe da Seleção Brasileira, nosso Eric cresceu e se fortaleceu com as adversidades passadas. Embora ainda jovem com seus dezesseis anos de idade, a sua considerável experiência e “cavalares doses” de perseverança contribuíram para que fosse reconduzido ao topo do karate nacional ao sagrar-se Tri Campeão Brasileiro em Balneário Camboriú/SC. 
Eric (dir.) a caminho de mais uma vitória sobre o adversário catarinense
.
A sua confiança pessoal foi restabelecida na Seletiva Nacional realizada em Fortaleza, Ceará, quando se classificou para compor a Seleção Brasileira 2011. A partir daí, o caminho estava traçado e acreditar em seu objetivo se tornou o “norte”.
Eric (dir.) e mais uma disputa contra um atleta de Santa Catarina
Sua campanha neste Brasileiro começou contra um “velho” adversário paulista, o qual sucumbiu em 3 x 0 diante de seu reconhecido refinamento técnico. Nas quartas-de-finais um atleta de Santa Catarina o aguardava. Com ele, uma numerosa torcida local o encorajava a superar o nosso destemido karateka Eric, que não se abateu e sacramentou a sua passagem adiante ao impor um placar de 6 x 3. Em uma das semifinais, Eric enfrentou mais um catarinense "osso duro de roer" que não se rendeu facilmente ao ser derrotado por um econômico e suado 1 x 0.
A contenda da final da categoria Junior - 55Kg personificou o ditado: "Quando um leão e um tigre se encontram, um morre e o outro sai ferido". Embalado por uma motivadora vitória na semifinal, o experiente atleta catarinense Michel Nizo se apresentou para lutar com "sangue nos olhos". Com a tática de um escorpião, o não menos motivado Eric Henrique Braga, empatou o combate em 1 x 1. A partir daí o que se viu foi um duelo entre vontade/técnica vs tática/técnica imposta pelos protagonistas e pelo Técnico Fluminense Jaime Sobrinho, que se assemelha a um enxadrista da antiga União Soviética. Quem ganhou? O karate!

O Técnico da Seleção Brasileira Infantil, Profº William do Nascimento, premiou o nosso herói

Com estas vitórias, Eric Henrique Braga garantiu a sua vaga no 22º Campeonato Pan-Americano Junior de Karate, que será realizado em Fortaleza. É isso aí Eric!
LARISSA, MAGNÍFICA!
Ela poderia ser resumida em números, afinal, estendeu o recorde que já possuía para nada menos que sete títulos brasileiros consecutivos. Hepta Campeã Brasileira consecutiva, a primeira da história do karate brasileiro! Se assim o fizéssemos, injustiças seriam cometidas, haja vista o caráter, personalidade e carisma desta adorável menina, que a todos encanta com a meiguice que lhe é peculiar.
A exceção do 6º Campeonato Mundial Junior de Karate, dado o quilate das adversárias, esta campanha se apresentou como a mais difícil de todas as suas participações em competições de karate.

Logo de início, estava em seu caminho a paulista Sabrina Rodrigues, “companheira” de Seleção Brasileira. Com maturidade e obediência tática, Larissa a venceu por apertados mas convincentes 1 x 0.

Na segunda rodada, uma atleta “da casa” se apresentou em seu caminho. Antes que o tempo regulamentar terminasse, Larissa finalizou o combate ao estabelecer 8 x 0, o que lhe possibilitou a passagem para a semifinal.
Outra atleta paulista em seu caminho e outra aguerrida luta para seguir sonhando com o título. Larissa avançou para a final após vencer por brigados 5 x 2.
Na Grande Final da categoria Junior - 59 Kg, uma esperada, perigosa e conhecida adversária a aguardava. Como Técnica, a faixa preta catarinense Layla Correa tinha a seu lado ninguém menos que Lucélia de Carvalho, uma das maiores atletas da história do karate nacional. Concentrada que estava, a nossa Larissa, embora com o devido respeito as adversárias, invocou todas as suas forças e se apresentou para o desafio. Ao seu lado estavam a torcida Fluminense, seus pais e irmão, diversos amigos da Seleção Brasileira e atletas de outros estados que simpatizam com a sua biografia, além do seu maior amuleto, o já lendário Técnico Jaime Sobrinho, que embora talvez não tenha o devido reconhecimento oficial, de acordo com os números, é o melhor técnico das categorias de base da história do karate brasileiro.
Dramática como não poderia deixar de ser, esta final da categoria Junior alcançou proporções épicas. Até a primeira metade da luta Larissa perdia por 0 x 3. A partir daí ela começou a construir a mais fantástica virada de sua história esportiva. A sete segundos do fim e após duas técnicas claras não consideradas pela arbitragem, com personalidade Larissa insistiu numa terceira tentativa e virou o adverso placar de 2 x 3 para 5 x 3 com um preciso chute no rosto de sua adversária, o que quase provocou um terremoto nas arquibancadas do ginásio. Atônitas, suas adversárias nada mais podiam fazer. Glorificada, a extasiada Larissa só pôde agradecer a Deus, aos seus técnicos, apoiadores e família pelo feito. 

Reedição feminina do clássico final do filme The Karate Kid
O Árbitro Mundial Nível "A", Kyoshi Celso Rodrigues, premiou o sétimo título brasileiro de Larissa Barbosa Braga

Maricá/RJ representada em meio aos belos sorrisos

 Os irmãos Larissa e Eric Braga e o tímido Técnico Jaime Sobrinho exibindo as medalhas conquistadas
DESTAQUES

Raras vezes vemos uma "dobradinha", atletas de um mesmo estado classificados para a final de uma mesma categoria. Mais raro ainda é vermos atletas de um mesmo clube, na final de uma mesma categoria de um Campeonato Brasileiro. Tal feito foi realizado pelo Técnico Ulisses Sampaio, ex-Técnico da Seleção Brasileira Infantil, que com a sua característica competência  conduziu os atletas Gustavo Miranda e Filipe Cordeiro da Associação Haito para a final da categoria Junior – 61Kg.
A Federação de Karate do Estado do Rio de Janeiro (FKERJ) realmente estava inspirada. Prova disso foi a aclamação do público aos árbitros do Rio de Janeiro, classe que normalmente é negligenciada em seus predominantes acertos. Para coroar e comprovar o subjetivo julgamento da platéia, a CBK elegeu o Renshi Geraldo Ferreira como o melhor árbitro do evento, conseqüência de sua inequívoca ética e profissionalismo.
Os atletas fluminenses da modalidade kata também fizeram bonito em Santa Catarina. Em sua maioria alunos da Academia Biö Power do Profº Genival Ferreira, ex-Técnico da Seleção Brasileira da modalidade, o saldo de medalhas de ouro foi considerado satisfatório, apesar da ausência da equipe feminina Junior (14/17 anos). Destaque para o Penta Campeonato Brasileiro individual de Christian Tavares, atleta de nível mundial, que faturou medalhas de ouro nas disputas individuais e por equipes, com a qual alcançou o Hepta.
A Comissão Técnica da FKERJ foi composta por:
  • Hanshi Alcyone Soares - Chefe da Delegação Fluminense;
  • Fernando Ribeiro - Técnico da Classe Sub 21 de kumite;
  • Genival Ferreira - Técnico da modalidade kata - Div. Especial;
  • Jaime Sobrinho - Técnico da Classe Junior de kumite;
  • José Danton Dutrá - Técnico da modalidade kata - Div. de Novos;
  • Manoel Varella - Técnico da Classe Sub 21 de kumite;
  • Moacir Varella - Técnico da modalidade kata - Div. de Novos;
  • Ulisses Sampaio - Técnico da Classe Junior de kumite;
  • José Roberto Braga - Delegado.
Sensei Carlos Henrique Paixão, precursor do Karate-Do em Maricá/RJ, ladeado pelos irmãos Campeões Brasileiros na Câmara de Vereadores de Maricá
"O Karate dará frutos quando associado à vida cotidiana".
"Imagine que os membros de seus adversários são como espadas."
Niju Kun, Funakoshi Gichin

Conheça os resultados geral, individuais e por equipes deste Campeonato Brasileiro:

Repercussão positiva:
Próximos desafios:
.
Julho

01 a 03 – 11º Campeonato Sul-Americano Junior – Assunção, Paraguai.
Agosto

21 – 5ª Copa Maricá de Karate – Maricá/RJ.
Setembro

01 a 04 – 22º Campeonato Pan-Americano Junior de Karate – Fortaleza/CE;
11 – Campeonato Regional dos Lagos – Região dos Lagos/RJ.
Outubro

13 a 16 – 7º Campeonato Mundial Junior – Melaka, Malásia;
21 a 22 – Campeonato Brasileiro Senior e Master – Manaus/AM.
Novembro
20 – Copa Opção – Rio de Janeiro/RJ.
Dezembro

04 – 2ª Copa Nápoles – Rio de Janeiro/RJ.
Para conhecer mais sobre estes guerreiros, acesse nosso site http://www.karateamk.com/ ou entre em contato pelo e-mail joserobertoamk@gmail.com .
APOIO
José Roberto Braga
Prof° Ed. Física, CREF 031403-G/RJ, faixa preta 3° dan e Diretor Técnico da AMK

10 comentários:

Rossini Maraca disse...

Oi Zé Roberto,

Parabéns pelo belíssimo trabalho...

abs

Rossini Maraca

Edson Lobo disse...

E aí meu amigo, quanto tempo!

Boa sorte pras crianças!

Carlos Henrique Quadros disse...

Por que será que não fiquei surpreso?

Parabéns a todos!

Eric Matheus disse...

Oss!

PARABÉNS!!!!

Eric Matheus disse...

Oss!

PARABÉNS!!!!

Feliz d+ ...

Vou pagar um sorvete aos meninos lá em Fortaleza

Abração!

Carlos Henrique Quadros disse...

ozo... ozo... ozo... de virada é mais gostoso!

Parabéns maravilhosa Larissa!

Eu já tinha falado que o Eric estava numa fase cheia de perguntas sem respostas(adolescência)!

Pelo jeito ele achou algumas respostas... Parabéns pela volta Eric!

Não deixe o nosso nome HENRIQUE fora do pódio!

Abraços para os pais!

Michel Nizo disse...

Oss Sensei!

Fiquei muito feliz pelo reconhecimento, muito mesmo, agradeço de coração!

Obrigado Sensei, as vezes só o coração não nos faz vencer...

José Roberto Braga disse...

Michel, a primeira reação ao perdermos é a frustração. Conheço bem esse amargo sentimento.

Como te acho um bom rapaz, não
gostei de te ver "pra baixo". Gostei de ver o teu sorriso no pódio. Além de fair play, ao sorrir você mostrou a percepção de que dias melhores virão.

Parabéns!

Oss!

Sidrack Filho disse...

Parabéns a todos e aos seus!

Continuem, continuem...

Michael Douglas disse...

Bom dia Sensei,

Parabéns pelas conquistas e pela união de seus atletas.

Abraço!

Sensei Michael Douglas da Associação de Karate-Do Cobra Kai