Seguidores

*** NIJU KUN: 1- Não se esqueça que o Karate deve iniciar com saudação e terminar com saudação; 2- No Karate não existe atitude ofensiva; 3- O Karate é um assistente da justiça; 4- Conheça a si próprio antes de julgar os outros; 5- O espírito é mais importante do que a técnica; 6- Evitar o descontrole do equilíbrio mental; 7- Os infortúnios são causados pela negligência; 8- O Karate não se limita apenas à academia; 9- O aprendizado do Karate deve ser perseguido durante toda a vida; 10- O Karate dará frutos quando associado à vida cotidiana; 11- O Karate é como água quente. Se não receber calor constantemente torna-se água fria; 12- Não pense em vencer, pense em não ser vencido; 13- Mude de atitude conforme o adversário; 14- A luta depende do manejo dos pontos fracos (KYO) e fortes (JITSU); 15- Imagine que os membros de seus adversários são como espadas; 16- Para cada homem que sai do seu portão, existem milhões de adversários; 17- No início seus movimentos são artificiais, mas com a evolução tornam-se naturais; 18- A prática de fundamentos deve ser correta, porém na aplicação torna-se diferente; 19- Não se esqueça de aplicar corretamente: alta e baixa intensidade de força, expansão e contração corporal, técnicas lentas e rápidas; 20- Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre."

DVDs de Karate-Do

VENDA DE DVDs CE Studio Pilates Kimonos Opção - A Marca dos Campeões

O Melhor da Net

Nihon Karate Kyokai Mão de Ferro Escola de Karate-Do do Brasil Karate Santamariense Mosteiro Zen Morro da Vargem Jutsko - Gustaaf Lefevre Junior Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem

Visualizações

Visitantes

Translate

10ª COPA BRASIL DE KARATE - Caminhando com Gigantes

O calendário de competições 2012 teve seu início em Pouso Alegre, cidade da região sul de Minas Gerais, que durante os dias 10, 11 e 12 de fevereiro, sediou a 10ª Copa Brasil de Karate. O evento, organizado pela Associação Minas Kan de Karate-Do, contou com o apoio da Federação Mineira de Karate (FMK) e da Confederação Brasileira de Karate (CBK), entidade oficial de administração e regulamentação da modalidade, devidamente vinculada ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC).
Apesar do início de temporada, mais de mil atletas inscritos impuseram ao evento um quantitativo recorde de participação. Por meio de seus diversos clubes, eles representaram os estados da Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Tocantins, além do Distrito Federal e de um atleta da Bolívia. 
  Delegação do Rio de Janeiro repleta de juventude
Durante os três dias do evento, cerca de dois mil torcedores se destacaram nesta portentosa competição, que é realizada anualmente no moderno Ginásio Poliesportivo do Colégio São José. Esta tradicional competição nacional de clubes possui um alto nível técnico, uma vez que reúne a elite do karate brasileiro nos certames das modalidades kata (luta imaginária com formas pré determinadas) e shiai kumite (luta por pontos). Reafirmando o quilate das contendas, destacaram-se as presenças de atletas da Seleção Brasileira Senior Permanente, que sob a batuta dos técnicos Rodrigo Barbosa Terra e Oclides Nardes, se prepara para disputar no final do ano o 21° Campeonato Mundial Senior de Karate, em Paris, França.

Nova geração do karate-do fluminense
A delegação do Rio de Janeiro ficou a cargo dos técnicos da Seleção Estadual Fluminense de Karate, Profºs Moacir Varella, Danton Dutrá, Fernando Ribeiro e Alexandre Bagestão. Apesar dos esforços coletivos da nova geração de atletas das categorias de base, o empréstimo de diversos atletas experientes do karate fluminense para as equipes de Minas Gerais e São Paulo deixou o Rio de Janeiro distante do pódio na classificação geral.
Eric Henrique Braga executou o kata Unsu
A Associação Maricaense de Karate (AMK) foi representada nesta contenda pelos karateka Eric Henrique Braga, Larissa Barbosa Braga, atuais Campeões Brasileiros, e por José Roberto Braga, técnico com credenciamento nível "A" CBK.

Larissa Barbosa Braga durante apresentação do kata Gojushi Ho Dai 
 
De acordo com o divulgado na programação da Copa, o primeiro dia de competições foi dedicado a modalidade kata e as categorias de shiai kumite Junior, Sub 21, Senior e Master. Para a AMK, os resultados foram considerados satisfatórios em virtude da qualidade dos fortes adversários, especialistas na modalidade, e da planejada preparação mista para que seus atletas disputassem as duas modalidades com chances reais de subirem ao pódio.

Larissa Barbosa Braga na final do certame de kata Sub 21

Para Eric Henrique Braga o desempenho na competição de kata ficou abaixo da expectativa. Vencido por um adversário especialista da modalidade, o qual avançou a fase seguinte ao impor 3 x 0, Eric Henrique Braga poderia ter acreditado mais em seu potencial, mesmo sendo um esforçado karateka.
Larissa Barbosa Braga sagrou-se Bi Campeã em kata na Copa Brasil de Karate

Para Larissa Barbosa Braga a competição de kata teve o doce sabor da vitória. Seu caminho até o lugar mais alto do pódio não foi fácil. Após passar por suas adversárias (3 x 0, 3 x 0, 2 x 1), Larissa enfrentou na final da categoria Sub 21 a Campeã Brasileira de 2009 e a venceu por 2 x 1 consagrando-se Bi Campeã da Copa do Brasil (2008/2012).
Apesar do empenho do técnico Fernando Ribeiro, Eric Henrique Braga teve uma participação infeliz na competição de shiai kumite. Logo de início em sua chave, composta por nada menos que quatro ex-atletas da Seleção Brasileira, Eric teve pela frente seu arquirrival paulista, que com competência não permitiu que seu adversário desenvolvesse produtiva reação na luta. Diante do tropeço, acumulam-se lições para o seu amadurecimento.
Larissa Barbosa Braga realizou bons combates na categoria Sub 21 (18 a 20 anos) de shiai kumite. Ainda em adaptação na nova categoria, sua participação pode, num futuro próximo, evoluir a contento e fazer jus a sua dedicação.
CAMINHANDO COM GIGANTES
O domingo, 12/02, foi o dia da competição dedicado a modalidade shiai kumite para as categorias Infantil, Cadete, Open Senior e Equipes Senior. Como não poderia ser diferente, Larissa Barbosa Braga não se furtou a encarar o desafio da categoria Open do shiai kumite feminino. Na competição por equipes, inacreditavelmente o Rio de Janeiro não conseguiu inscrever nenhuma, pois algumas atletas fluminenses estavam contratadas por São Paulo, o que impediu a participação de Larissa neste certame. 
Na categoria Open (aberta a atletas de todos os pesos) estava a paulista Valéria Kumizaki, Campeã Mundial Junior (Chipre 2005), Vice-Campeã Mundial Universitária (Polônia 2010) e 3ª colocada nos Jogos Pan-Americanos (Guadalajara 2011), e Natália Ribeiro Brozulatto, atleta da Seleção Brasileira Senior Permanente, dentre outras consagradas atletas.
Encontro de gerações: Valéria Kumizaki (26) x Larissa Barbosa Braga (18)

Com dezoito anos completados há apenas seis meses, Larissa Barbosa Braga já acumula alguns pódios na classe Senior, a principal de todos os esportes. Em seu cartel está o 3º lugar no Campeonato Brasileiro Senior (Manaus 2011), o 1º lugar por equipes e 2º lugar individual no JAI/SP 2011, além do 1º lugar no Estadual Fluminense 2011. Mesmo pouco experiente nesta classe, Larissa realizou bons combates e conquistou vitórias até a suada medalha de bronze. Pelas oitavas-de-finais ela venceu por 9 x 1, na fase seguinte venceu por 5 x 3, classificando-se a uma das semifinais.
Na semifinal Larissa Barbosa Braga investiu na sua peculiar coragem contra a experientíssima Valéria Kumizaki, que venceu o duelo por 10 x 4. É curioso lembrar que há apenas cinco anos, Larissa, então Bi Campeã Brasileira, estava nas arquibancadas do Pan Rio 2007 para torcer por Valéria Kumizaki que acabou por conquistar a medalha de prata daquela competição. 

Natália Brozulatto (2º), Valéria Kumizaki (1º), Larissa Barbosa Braga (3º) e Isabela Santos (3º)
O resultado geral do evento mostrou um panorama diferente das últimas edições, que tiveram São Paulo e Rio de Janeiro como vencedores. Desta vez, foi Minas Gerais a campeã, que graças a contratação de diversos atletas do Rio de Janeiro e de São Paulo conseguiu suplantar seus adversários. Conheça aqui os resultados geral e individuais da 10ª Copa Brasil de Karate.
Alexandre Bagestão, Técnico do Rio de Janeiro, junto as atletas do Open Senior da 10ª Copa Brasil de Karate
Próximos desafios da temporada:
Março

Abril

Maio
  • 06 - 3ª Copa BiöPower de Karate - Duque de Caxias;
  • 27 – 8ª Copa UniAbeu de Karate – Belford Roxo/RJ.
Junho

Julho
Agosto

Setembro
Outubro
Novembro
Para conhecer mais sobre estes guerreiros, acesse nosso site http://www.karateamk.com/ ou entre em contato pelo e-mail joserobertoamk@gmail.com .
APOIO
José Roberto Braga
Prof° Ed. Física CREF 031403-G/RJ, faixa preta 3° dan, Reg. CBK 3.079, Reg. FKERJ P 0795

2 comentários:

Renata e Família disse...

Como sempre nossa pequena guerreira enfrentando os Golias no seu caminho.

Me enche de orgulho cada vez que a vejo, meus olhos enchem de água somente por imaginar mais essa conquista. Vc minha pequena eh um exemplo, eh um espelho...

Sucesso sempre de seus fãs eternos.

Renata Marialva e família

Luiz Gustavo Silva disse...

Parabéns a todos pelas conquistas, valeu.

Luiz Gustavo