Seguidores

*** NIJU KUN: 1- Não se esqueça que o Karate deve iniciar com saudação e terminar com saudação; 2- No Karate não existe atitude ofensiva; 3- O Karate é um assistente da justiça; 4- Conheça a si próprio antes de julgar os outros; 5- O espírito é mais importante do que a técnica; 6- Evitar o descontrole do equilíbrio mental; 7- Os infortúnios são causados pela negligência; 8- O Karate não se limita apenas à academia; 9- O aprendizado do Karate deve ser perseguido durante toda a vida; 10- O Karate dará frutos quando associado à vida cotidiana; 11- O Karate é como água quente. Se não receber calor constantemente torna-se água fria; 12- Não pense em vencer, pense em não ser vencido; 13- Mude de atitude conforme o adversário; 14- A luta depende do manejo dos pontos fracos (KYO) e fortes (JITSU); 15- Imagine que os membros de seus adversários são como espadas; 16- Para cada homem que sai do seu portão, existem milhões de adversários; 17- No início seus movimentos são artificiais, mas com a evolução tornam-se naturais; 18- A prática de fundamentos deve ser correta, porém na aplicação torna-se diferente; 19- Não se esqueça de aplicar corretamente: alta e baixa intensidade de força, expansão e contração corporal, técnicas lentas e rápidas; 20- Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre."

DVDs de Karate-Do

VENDA DE DVDs CE Studio Pilates Kimonos Opção - A Marca dos Campeões

O Melhor da Net

Nihon Karate Kyokai Mão de Ferro Escola de Karate-Do do Brasil Karate Santamariense Mosteiro Zen Morro da Vargem Jutsko - Gustaaf Lefevre Junior Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem

Visualizações

Visitantes

Translate

23º CAMPEONATO PAN-AMERICANO JUNIOR DE KARATE

Cancun, cidade-paraíso das Américas, ao longo dos dias 28 de agosto a 01 de setembro sediou o 23º Campeonato Pan-Americano Junior de Karate-Do. Em virtude do Campeonato Mundial ocorrer a cada dois anos, o Pan-Americano foi a competição mais importante da temporada para as categorias de base da Seleção Brasileira Junior, que é formada pela Confederação Brasileira de Karate (CBK), entidade vinculada ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB).
Cancun, México

Cancun, que tem seu nome com origem na etimologia da civilização maia, "khan kun" significa "pote ou ninho de cobras". É uma cidade que fica na costa do estado de Quintana Roo, México, em uma península que se tornou um dos centros turísticos mais importantes do mundo, tendo conseguido preservar suas belezas naturais e sua cultura ancestral, representada principalmente em cidades maias fundadas no período pré-colombiano. Em Cancun existem cerca de 22 quilômetros de praias de areia fina, divididos entre a lagoa e o mar. As ruínas, as praias, a vegetação, os parques cheios de espetáculos de entretenimento, o clima, a fauna marinha e a estrutura hoteleira fazem de Cancun um dos destinos turísticos mais visitados do mundo..
Karate do Estado do Rio de Janeiro bem representado no México

O Campeonato continental foi realizado pela Federação Pan-Americana de Karate (PKF), entidade filiada a Federação Mundial de Karate (WKF), única entidade da modalidade mundialmente reconhecida pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). O Hotel Oásis Cancun, que hospedou todas as delegações dos países participantes, também foi o local das competições, que a anfitriã Federação Mexicana de Karate (FEMEX) como organizadora do certame.
Hotel Oasis Cancun - Local da Batalha Pan-Americana

Em meio a técnicos, árbitros e dirigentes, quinhentos e sete atletas das seleções nacionais de dezoito países das três porções das Américas participam desta competição de altíssimo nível técnico. Em seus primeiros dias de programação, o Campeonato foi precedido por treinos e cursos para técnicos e árbitros do karate-do americano.
Delegações dos países participantes perfiladas na Cerimônia de Abertura

O Campeonato Pan-Americano se deu por meio de disputas individuais e por equipes nas modalidades de kata (luta imaginária com formas pré determinadas) e shiai kumite (luta por pontos) para as classes Infantil (12/13 anos), Cadete (14/15 anos), Junior (16/17 anos) e Sub 21 (18/20 anos), conforme programação divulgada pela FEMEX, organizadora do evento.
 Delegações dos países participantes perante as autoridades

A AMK, tradicional e mais antiga escola de karate-do do município de Maricá, RJ, com o patrocínio da ConeSul Plus e os apoios da Prefeitura Municipal de Maricá (PMM), da Academia Equipe Forma (Maricá), da Academia Corpo em Ação (Cabo Frio), e da Universidade Veiga de Almeida (UVA - Cabo Frio), enviou rumo ao México, no dia 25/08, os atletas maricaenses Eric Henrique Braga (17), Tri Campeão Brasileiro (2007, 2008, 2011), medalhista de bronze no 12º Campeonato Sul-Americano Junior de Karate (Peru/2012)Campeão Sul e Pan-Americano (Argentina e Chile 2008), bolsista no curso de Engenharia de Produção da UVA - Cabo Frio, e sua irmã Larissa Barbosa Braga (19), Octa Campeã Brasileira consecutiva (2006 a 2012), Campeã Pan-Americana (Chile/2008), Vice-Campeã Pan-Americana (El Salvador/2009), também estudante bolsista do curso de Administração na UVA - Cabo Frioacompanhados de sua mãe, Ana Maria Braga, e do técnico da Seleção Estadual Fluminense de Karate, Profº Jaime dos Reis (5º dan)
Sr. Márcio Vignoli (centro) e equipe - Anjos da Guarda da AMK

Integrantes da Seleção Brasileira de Karate há cinco anos, posição conquistada sempre por rigorosos processos seletivos, conforme é praxe na CBK, novamente Eric Henrique Braga e Larissa Barbosa Braga tiveram a honra de representar não tão somente seu dojo, Maricá e o Rio de Janeiro, mas também com o atributo do mérito de defender a bandeira brasileira nesta que foi a maior de suas metas para este ano. Acompanhados de Alcyone Machado Hanshi (8º dan), em solo mexicano, nossos karateka se uniram aos atletas fluminenses André Pereira, Marina Oliva e Nathália Sáuma, e aos demais atletas da Seleção Brasileira e Comissão Técnica, que arduamente conduziram o karate-do brasileiro ao seu "lugar ao sol".
 Atletas Fluminenses na Seleção Brasileira: André Pereira e Eric Henrique BragaMarina Oliva, Larissa Barbosa Braga e Nathália Sáuma

Atletas mais antigos em atividade nas categorias de base da Seleção Brasileira, Eric Henrique Braga e sua irmã Larissa Barbosa Braga foram escolhidos pela Comissão Técnica para representarem o Brasil na Cerimônia de Abertura do evento. Diferentemente de outras edições, desta vez a organização do evento optou por realizar o desfile das delegações com apenas dois atletas por país.
Maricaenses Larissa Barbosa Braga e Eric Henrique Braga como destaques na Cerimônia de Abertura

A participação dos atletas Eric Henrique Braga (11º lugar) Larissa Barbosa Braga (7º lugar individual e 5º lugar por equipes) desta vez deixou a desejar no que se refere a conquista de medalhas, entretanto, apesar de enfrentarem as difíceis chaves desde o sorteio, ficaram como inestimáveis lições a experiência adquirida em suas categorias. 
Eric Henrique Braga (1) x México (5)

O mediano desempenho do karate brasileiro perante o alto nível dos adversários pulverizados em potências do karate Pan-Americano como Venezuela, México, Peru e Estados Unidos, impõem aos atletas brasileiros que agreguem intercâmbio internacional em suas preparações para que o mesmo não seja feito exclusivamente na competição-alvo.
Venezuela (2) x Larissa Barbosa Braga (3)

Para conhecer as estatísticas e resultados do 23º Campeonato Pan-Americano de Karate clique em:
Larissa Barbosa Braga (1) x Canadá (4)

Segundo palavras do budo-ka Carlos Roberto Garitta, técnico da Seleção Brasileira Junior:

"O otimismo é a fé que leva a realização.
Nada pode ser feito sem esperança ou confiança.
Autoconfiança é o primeiro segredo para atingir o sucesso.
Quem deseja fazer algo, encontra um meio.

Quem não deseja fazer nada encontra uma desculpa.
A vitória é sempre possível para aquele que se recusa a parar de lutar.
Mantenha a autoconfiança, não tema seus objetivos, desafie seus medos.
Lembre-se que tudo só acaba quando realmente termina, não se sinta derrotado antes de mostrar que pode doar tudo de si.

Seja sempre o melhor em tudo que fizer, ataque com confiança e rapidez.A adversidade é a guardiã da nossa sobrevivência, nada acontece por acaso: Esforço, Determinação, Disciplina, Motivação, Coragem e Competência, enfim, Campeão!"
Profª Mirtha Celayes, Chefe da Delegação Brasileira, e Larissa Barbosa Braga

Valeu BRASIL!

Seleção Brasileira Junior de Karate

Repercussão positiva:
Próximos desafios da temporada:

Setembro
Outubro
Novembro

Para conhecer mais sobre estes guerreiros, acesse nosso site http://www.karateamk.com/ ou entre em contato pelo e-mail joserobertoamk@gmail.com .
PATROCÍNIO

APOIO


José Roberto Braga
Prof° Ed. Física CREF 031403-G/RJ, faixa preta 3° dan, Reg. CBK 3.079, Reg. FKERJ P 0795

3 comentários:

Franz Margherini disse...

Seguindo o seu raciocínio, boa sorte Eric e Larissa Braga!

Oss... !

Sidrack Filho disse...

Estaremos na mesma sintonia.

Arriba meus sobrinhos!

Sidrack Filho disse...

Parabéns!

Eles estavam entre os melhores. O caminho é esse.

Continuem, continuem.......