*** NIJU KUN: 1- Não se esqueça que o Karate deve iniciar com saudação e terminar com saudação; 2- No Karate não existe atitude ofensiva; 3- O Karate é um assistente da justiça; 4- Conheça a si próprio antes de julgar os outros; 5- O espírito é mais importante do que a técnica; 6- Evitar o descontrole do equilíbrio mental; 7- Os infortúnios são causados pela negligência; 8- O Karate não se limita apenas à academia; 9- O aprendizado do Karate deve ser perseguido durante toda a vida; 10- O Karate dará frutos quando associado à vida cotidiana; 11- O Karate é como água quente. Se não receber calor constantemente torna-se água fria; 12- Não pense em vencer, pense em não ser vencido; 13- Mude de atitude conforme o adversário; 14- A luta depende do manejo dos pontos fracos (KYO) e fortes (JITSU); 15- Imagine que os membros de seus adversários são como espadas; 16- Para cada homem que sai do seu portão, existem milhões de adversários; 17- No início seus movimentos são artificiais, mas com a evolução tornam-se naturais; 18- A prática de fundamentos deve ser correta, porém na aplicação torna-se diferente; 19- Não se esqueça de aplicar corretamente: alta e baixa intensidade de força, expansão e contração corporal, técnicas lentas e rápidas; 20- Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre."

Seguidores

Bolsa Atleta Federal

DVDs de Karate-Do

VENDA DE DVDs CE Studio Pilates Kimonos Opção - A Marca dos Campeões

O Melhor da Net

Nihon Karate Kyokai Mão de Ferro Escola de Karate-Do do Brasil Karate Santamariense Mosteiro Zen Morro da Vargem Jutsko - Gustaaf Lefevre Junior Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem Comitê Brasileiro de Clubes

Visualizações

Visitantes

Translate

CAMPEONATO BRASILEIRO DE KARATE 2019: A Hora da Verdade

Ao longo dos dias 7 a 13 de outubro, a Confederação Brasileira de Karate (CBK), entidade oficial de administração nacional desta arte marcialdevidamente reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), e filiada aos Comitês Olímpicos do Brasil (COB) e Internacional (COI), realizou a Fase Final do Campeonato Brasileiro de Karate - Edição 2019 em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC). Na ocasião, também foram realizados pela entidade, o Campeonato Brasileiro Estudantil, o Campeonato Brasileiro Universitário e o Campeonato Brasileiro por Estilos de Karate.
Delegações dos 26 estados e do Distrito Federal na Cerimônia de Abertura

A Cerimônia de Abertura foi marcada pela congregação de dirigentes das federações estaduais de karate de todo o Brasil, bem como pelo pronunciamento de Luiz Carlos Cardoso do Nascimento, presidente da CBK, membro do Conselho Administrativo do COB, faixa preta 7º dan e Prof. Universitário, que comemorou os cinquenta anos de realização do primeiro Campeonato Brasileiro, bem como enalteceu a presença do numeroso público nas arquibancadas e delegações perfiladas à Cerimônia, além de evidenciar o período de excelência do karate brasileiro, especialmente no continente americano, e o processo de massificação da modalidade, mote de sua gestão.
Prof. Luiz Carlos Cardoso, presidente da CBK, ladeado por autoridades políticas e pelo presidente do CBC

Ao longo dos cinco dias de competição, precedidos por mais dois dias dedicados a cursos técnicos e seminários, entre as delegações, torcedores e familiares, um público diário de aproximadamente cinco mil pessoas esteve presente nas dependências da Arena Esportiva G2 do Praia Clube em Uberlândia, MG. O gigantismo do evento acirrou a competitividade e aqueceu todos os corações com os emocionantes embates.
Carlos Henrique Paixão (esq.) na Tribuna de Honra durante a Cerimônia de Abertura

Local de destaque na Cerimônia de Abertura do evento, a Tribuna de Honra da Arena Esportiva G2 contou com a presença dos presidentes das federações estaduais, do diretor de Arbitragem da CBK e faixa preta 8º dan, Prof. Celso Rodrigues, além de Carlos Henrique Paixão, assessor da CBK no estado do Rio de Janeiro, presidente da AMK e faixa preta 7º dan, que acompanhou de perto as disputas de altíssimo nível ao longo dos quatro dias seguintes.
Kelly Fernandes, Letícia Faria, Tânia Souza e Caciana Almeida junto a delegação fluminense

A delegação do estado do Rio de Janeiro foi representada pela Federação de Karate do Estado do Rio de Janeiro (FKERJ) e sua Comissão Técnica composta pelos técnicos Fernanda Leão, Jean OliveiraKelly Fernandes, Leonardo Cruz, Luís Roberto, Manoel Varella, Maurício Santiago e Samara Jardim, entre outros. Após muitos anos de vitoriosas atuações, infelizmente não puderam comparecer a esta edição do Campeonato Brasileiro os campeoníssimos técnicos Genival Ferreira, Fernando Ribeiro, Jaime dos Reis, Moacir Varella e Ulisses Sampaio.
8 áreas de tatames ao longo de 5 dias de competição

As chaves de competição do evento foram coordenadas pelo dir. Técnico da CBK, Prof. William Cardoso, e gerenciadas pelSistema Ronin, que mais uma vez mostrou-se confiável, preciso e funcional. Enfim, sucesso de público e crítica graças a parceria entre o Prof. José Roberto Braga e o programador Carlos Henrique Quadros. Na ocasião, William Cardoso anunciou números que fundamentaram a aclamação deste Campeonato Brasileiro como o maior já realizado desde  sua primeira edição em 1969 no Rio de Janeiro, quando o petropolitano Lirton dos Reis Monassa (in memoriam) sagrou-se Campeão.
Kelly Fernandes (esq.) também disputou a categoria por equipes

Exultantes com a confirmação do karate nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 após o projeto do karate ser aprovado na 129ª Sessão do COI, ao longo dos cinco dias, competiram mais de três mil atletas, que representaram os vinte e seis estados brasileiros e o Distrito Federalos quais conferiram alto nível técnico ao evento para deleite dos milhares de torcedores, familiares, autoridades presentes e diversa imprensa presente.
O Karate estará nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

No certame, foram disputadas por atletas das classes Sub 8 (6/7 anos), Sub 10 (10/11 anos), Sub 12 (10/11 anos), Sub 14 (12/13 anos), Cadete (14/15 anos), Júnior (16/17 anos), Sub 21 (18/20 anos), Sênior (18 anos em diante) e Máster (32 anos em diante) as modalidades individuais e por equipes de kata (luta imaginária com formas pré-determinadas) e kumite (luta por pontos). A organização do certame ficou a cargo do staff da própria CBK.
Técnica macaense Samara Jardim e Letícia Faria, atleta da AMK

A Associação Maricaense de Karate-Do (AMK), tradicional escola desta arte marcial na Região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro, obteve digna participação com as atletas Caciana Almeida (13), Letícia Faria (13), Tânia Souza (52) e Kelly Fernandes (19), que também participou do Credenciamento Técnico Nacional e atuou como personal coach de suas colegas mais jovens.
José Roberto Braga, Caciana Almeida, Letícia Faria, Henrique Paixão SenseiKelly Fernandes

Alunas de karate do projeto voluntário desenvolvido pelo Prof. José Roberto Braga na Escola Municipal Prof. Alcione Soares Rangel da Silva em Bambuí, bairro rural do município de Maricá, RJ, as atletas Caciana Almeida e Letícia Faria, ambas alunas da EM Lucio Thomé Guerra Feteira, puderam viajar graças ao apoio de amigos e familiares, haja vista não possuírem nenhuma espécie de patrocínio governamental. 
Caciana Almeida (esq.) sob o olhar atento da técnica Samara Jardim

No primeiro dia de competições, participou da modalidade kata a atleta  Máster Tânia Souza, que após ser vencida na primeira rodada (0 x 5), voltou a competição na chave de repescagem e faturou a medalha de bronze após executar o kata Chinte com maestria. 
Apoiada pela técnica Samara Jardim, Kelly Fernandes (esq.) disputou a final Sub 21

Kelly Fernandesatleta bolsista na Academia VIP, onde faz sua preparação física, competiu no primeiro dia na categoria de kumite Sub 21 - 55Kg. Em seu primeiro combate ela venceu a atleta de Santa Catarina por 3 x 1 e avançou à semifinal, onde enfrentou uma atleta de Pernambuco e a venceu por 8 x 0. Classificada à disputa final, em duro confronto com a atleta também catarinense e titular da Seleção Brasileira, Kelly Fernandes terminou sua participação nesta categoria com o vice-campeonato ao ser vencida por 3 x 7.
Kelly Fernandes (esq.) vs atleta de Santa Catarina na final Sub 21 

Dedicado as crianças, no segundo dia de competições Caciana Almeida, classificada em 1º lugar na modalidade kumite na Etapa SP do Campeonato Brasileiro, enfrentou em seu primeiro combate uma atleta paranaense e a venceu por 5 x 1. Na disputa final, sobrepujou a adversária paulista por 5 x 0 e sagrou-se Campeã Brasileira em sua categoria. Ela foi vencida por 1 x 4 mas não fez feio em sua apresentação.
Caciana Almeida (esq.) na disputa final contra atleta de SP

Detentora dos títulos de Campeã Brasileira 2018 nas modalidades kata e kumite, Campeã Estadual 2018 em kumite e Vice-Campeã Estadual 2018 em kata na Divisão Especial (para faixas roxa a preta)Kelly Fernandes encontrou adversárias ainda mais experientes no terceiro dia de competições.
Kelly Fernandes vs atleta de Santa Catarina

Na categoria Sênior - 55Kg Kelly Fernandes fez sua primeira luta contra uma atleta de São Paulo e a venceu por 5 x 0. Na rodada seguinte, enfrentou uma catarinense mais experiente e após empatar em 3 x 3 no tempo regulamentar, foi vencida por 1 x 4 após escolha dos juízes, terminando sua participação em 9º lugar na categoria dominada pela Vice-Campeã Mundial e Campeã dos Jogos Pan-Americanos 2019 Valéria Kumizaki, que faturou mais um título brasileiro e sua liderança no ranking nacional.
Letícia Faria (dir.) vs atleta paulista

O quinto e último dia de competições foi dedicado ao Campeonato Brasileiro Estudantil de Karate, no qual as atletas Caciana Almeida e Letícia Faria competiram nas modalidades de kata e kumiteKelly Fernandes apoiou suas colegas atuando como personal coach na área de warming up (aquecimento) enquanto a técnica Samara Jardim as conduzia nos tatames.
Caciana Almeida (esq.) faturou duas medalhas de ouro

Após vencer duas rodadas na competição de kata por respectivos 5 x 0 e 3 x 2, Letícia Faria foi vencida na semifinal de sua categoria por 1 x 4 e ficou com a medalha de bronze, primeira ganha nesta modalidade por uma atleta nascida em Maricá, RJ, em campeonatos brasileiros. Destaque da delegação da AMK neste Campeonato Brasileiro, Caciana Almeida iniciou sua participação no Campeonato Brasileiro Estudantil com o mesmo ímpeto e peculiar auto confiança do primeiro dia de competições. Resultado? Campeã Brasileira Estudantil 2019!

Conheça os resultados geral e individuais ao clicar aqui. Abaixo, acompanhe os resultados das alunas da AMK:

Campeonato Brasileiro de Karate - Modalidade kata
  • Tânia Souza (52/55 anos): 3º lugar
Campeonato Brasileiro de Karate - Modalidade kumite
  • Caciana Almeida (12/13 anos): 1º lugar 

    • Kelly Fernandes (18 anos e acima): 9º lugar 
    • Tânia Souza (52/55 anos): s/ classificação
    Campeonato Brasileiro Estudantil de Karate - Modalidade kata
    • Caciana Almeida (12/13 anos): s/ classificação
    • Letícia Faria (12/13 anos): 3º lugar 

    Campeonato Brasileiro Estudantil de Karate - Modalidade kumite
    • Caciana Almeida (12/13 anos): 1º lugar
    • Letícia Faria (12/13 anos): 5º lugar
    Atletas da AMK ladeadas pela Técnica Samara Jardim e Prof. José Roberto Braga
    Repercussão:
    Próximos desafios:
    Novembro

    • 17Copa Araruama de Karate - Araruama, RJ
    Dezembro
    • 01 - Campeonato Estadual de Karate - Fase Final - Niterói, RJ
    • 15Circuito Maricaense de Karate - 3ª Etapa - Maricá, RJ
    Ao citar o poeta Públio Virgílio Marão, autor da expressão latina "labor omnia vincit" (o trabalho a tudo vence), a AMK agradece a sinergia promovida por todos os alunos do Dojo Carlos Paixão e da Escola Municipal Prof. Alcione Soares Rangel da Silva, onde o Prof. José Roberto Braga ministra aulas de karate-do voluntariamente, sem os quais esta missão não alcançaria o êxito obtido.
    Em gratidão e reconhecimento, oferecemos estes resultados a Henrique Paixão Kyoshi, faixa preta 7º dan, presidente e fundador da AMK, que junto a seu irmão Antônio Carlos Cardozo Renshi, faixa preta 6º dan, desenvolvem o karate-do em Maricá, RJ, há mais de quarenta anos.
    Associação Maricaense de Karate-Do

    Conheça um pouco mais da AMK e fique por dentro dos dias e horários de treinamento ao clicar na imagem abaixo.
    José Roberto Braga
    Diretor Técnico da AMK
    Faixa preta 4° danReg. CBK 19.0003-4Reg. FKERJ P591
    Prof° Ed. Física da Rede Estadual (CREF 031403-G/RJ)

    Um comentário:

    Franz Margherini disse...

    Bom Dia meu Amigo !

    A cada Evento realizado por você ou com a sua presença sempre te parabenizo
    pelo seu esforço e por tua competência, Oss!