Seguidores

*** NIJU KUN: 1- Não se esqueça que o Karate deve iniciar com saudação e terminar com saudação; 2- No Karate não existe atitude ofensiva; 3- O Karate é um assistente da justiça; 4- Conheça a si próprio antes de julgar os outros; 5- O espírito é mais importante do que a técnica; 6- Evitar o descontrole do equilíbrio mental; 7- Os infortúnios são causados pela negligência; 8- O Karate não se limita apenas à academia; 9- O aprendizado do Karate deve ser perseguido durante toda a vida; 10- O Karate dará frutos quando associado à vida cotidiana; 11- O Karate é como água quente. Se não receber calor constantemente torna-se água fria; 12- Não pense em vencer, pense em não ser vencido; 13- Mude de atitude conforme o adversário; 14- A luta depende do manejo dos pontos fracos (KYO) e fortes (JITSU); 15- Imagine que os membros de seus adversários são como espadas; 16- Para cada homem que sai do seu portão, existem milhões de adversários; 17- No início seus movimentos são artificiais, mas com a evolução tornam-se naturais; 18- A prática de fundamentos deve ser correta, porém na aplicação torna-se diferente; 19- Não se esqueça de aplicar corretamente: alta e baixa intensidade de força, expansão e contração corporal, técnicas lentas e rápidas; 20- Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre."

DVDs de Karate-Do

VENDA DE DVDs

O Melhor da Net

Nihon Karate Kyokai Mão de Ferro Escola de Karate-Do do Brasil Karate Santamariense Mosteiro Zen Morro da Vargem Jutsko - Gustaaf Lefevre Junior Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem

Visualizações

Visitantes

Translate

76º JOGOS ABERTOS DO INTERIOR DE SÃO PAULO

Durante os dias 14 a 16 de novembro do corrente ano, Bauru, cidade do oeste paulista, sediou o torneio de karate da 76ª edição dos Jogos Abertos do Interior de São Paulo (JAI/SP), que de acordo com os seus generosos números, trata-se do maior evento multiesportivo da América Latina ocorrido anualmente desde 1936.
Sob os cuidados do simpático mascote Tamanduá-Mirim, participaram em trinta e uma diferentes modalidades esportivas cerca de quinze mil atletas de quase duzentos e cinqüenta municípios do Estado de São Paulo.
 Numerosa participação de atletas e municípios

A organização da modalidade karate esteve sob os auspícios da Federação Paulista de Karate (FPK) e de Mirtha Celayes, secretária da Confederação Brasileira de Karate (CBK), entidade nacional e oficial de administração desta arte marcial vide seu reconhecimento pelo MECCOB e COIA convite da FPK, a confiável tecnologia dos placares digitais da AMK Eventos foram utilizados e, mais uma vez, mostraram-se sucesso de público e crítica.
 Carlos Magno e Ivon Dedé, respeitados árbitros da FPK, aprovaram os placares digitais 

A esperada competição de karate reuniu atletas de diversos estados brasileiros para representarem os municípios paulistas neste importante certame do calendário esportivo nacional. Dentre os quais, destaques para Maria Cecília "Ciça" de Almeida Maia, Campeã Mundial em 1998, e atletas das Seleções Brasileira Junior, Sub 21 e Senior.
A Equipe Prudentina (Eric Henrique Braga a dir.) executou o kata Jion na fase eliminatória

Dada a qualidade e quantidade de atletas com currículo internacional, muitos contratados pelas centenas de municípios do Estado de São Paulo, o torneio de karate do JAI/SP teve, segundo relatos, grau de dificuldade comparável ao Campeonato Brasileiro da modalidade. 
Thays Eloi e Larissa Barbosa Braga disputaram uma "final antecipada" nas oitavas-de-finais

A Seleção Prudentina formada pelo técnico Renato Franco foi composta por atletas da Bahia, Mato Grosso do Sul, São Paulo, de Brasília e pelos maricaenses Eric Henrique Braga e Larissa Barbosa Braga, que em 2011 estreou neste evento com duas medalhas, sendo "ouro" por equipes e "prata" na categoria individual.
Larissa Barbosa Braga (dir.) venceu com o suporte do técnico prudentino Renato Franco

Já com alguma "bagagem" na classe Senior, haja vista suas medalhas de bronze e prata nos Campeonatos Brasileiros Senior 2011 e 2012 respectivamente, Larissa Barbosa Braga conseguiu subir ao lugar mais alto do pódio da categoria individual Senior - 60Kg graças aos apoios de sua particular torcida, do técnico Renato Franco e dos "informais" técnicos fluminenses Fernando Ribeiro e José Roberto Braga, que é pai da atleta. 

Na 75ª edição do JAI/SP ocorrida em 2011 na cidade de Mogi das Cruzes, Larissa Barbosa Braga enfrentou adversárias adultas mesmo com apenas dois meses na categoria Senior. Na ocasião, surpreendeu alguns ao chegar na final e faturar a medalha de "prata" em sua categoria individual.
Larissa Barbosa Braga (centro) Campeã do JAI/SP 2012

Desta vez, com seu nítido amadurecimento técnico e psicológico, Larissa Barbosa Braga conquistou a medalha de "ouro" de forma invicta, ou seja, venceu todos os confrontos de sua categoria individual sem sofrer nenhum ponto. 
Na disputa por equipes Larissa se mostrou decisiva

Na competição por equipes, a responsabilidade da equipe feminina prudentina em defender o título conquistado no ano anterior impuseram concentração e estratégia Larissa Barbosa Braga e suas companheiras para que o objetivo fosse alcançado. 
De pé, Larissa observa a recuperação de sua adversária

Para que o objetivo fosse alcançado na competição por equipes, a responsabilidade da equipe feminina prudentina em defender o título conquistado no ano anterior impuseram concentração e estratégia Larissa Barbosa Braga e suas companheiras. Logo de início, tiveram pela frente a equipe santista que, liderada pela experiente e campeoníssima Andreia Vieira, era considerada o "bicho papão" da categoria.
A Bi Campeã Larissa Barbosa Braga e sua renovada equipe prudentina no topo do pódio

Após vencerem Santos e as equipes seguintes com competência, sempre por 2 x 1, graças ao "enxadrista" Renato Franco, enfim Larissa Barbosa Braga e suas companheiras puderam comemorar o título
Andreia Vieira e a fã do seu belo karate Larissa Barbosa Braga

Por ser o torneio de karate do JAI SP regido pela chamada "repescagem olímpica", o espírito do karate-do e fair play foram postos a prova na cabeça do técnico de Presidente Prudente durante a categoria feminina por equipes. Por ter vencido as santistas na primeira rodada, caso sua equipe perdesse propositadamente a semifinal para disputar a medalha de "bronze", a cidade de Santos, que estava a frente de Presidente Prudente no quadro geral de medalhas, seria eliminada da repescagem da categoria e ultrapassada pelos prudentinos que, deste modo, garantiriam o título geral da competição. 
Larissa Barbosa Braga e a equipe feminina Bi Campeã do JAI/SP

Felizmente o Budo, espírito das artes marciais, esteve presente em sua digna, honrosa e elogiável decisão e a equipe feminina prudentina sagrou-se Bi Campeã em sua categoria e Presidente Prudente ficou com a segunda colocação no quadro geral de medalhas.
Larissa Barbosa Braga e Renato Franco ergueram o troféu do honroso segundo lugar geral

Após prometer na reportagem realizada na semana anterior ao evento um bom desempenho no JAI SP 2012, Eric Henrique Braga cumpriu em ação parte de sua fala.

Sua participação na competição por equipes de kata (luta imaginária com formas pré determinadas) ficou muito aquém do que se esperava, entretanto, Eric Henrique Braga em sua participação na modalidade kumite (luta por pontos) na categoria individual para atletas com até 67Kg lhe rendeu uma boa estreia no certame, ainda mais que completou dezoito anos de idade apenas dezessete dias antes desta competição.
Eric Henrique Braga (esq.) enfrentou adversários adultos e experientes

Após classificar-se para a fase semifinal da categoria ao vencer de modo convincente os seus combates, Eric Henrique Braga teve pela frente o experiente atleta Cícero de Jahu, veterano do JAI SP. 
Eric Henrique Braga (esq.) revestido de coragem

Com garra e inabalável espírito, preceito fundamental de todo karatekaEric Henrique Braga forçou um empate em 2 x 2 e no hantei (votação dos árbitros) saiu-se vencedor por 5 x 0 e avançou a grande final.

Decidida entre dois atletas da Seleção Brasileira Junior e Sub 21a disputada final foi dura como era de se esperar. Nela, Eric Henrique Braga ofereceu resistência ao seu adversário mas acabou vencido por 1 x 2.
Ao lado de "feras" Eric Henrique Braga mostrou seu valor na categoria Senior

Escalado para a equipe masculina prudentina, dado o seu ainda diminuto tamanho, Eric Henrique Braga se imaginava reserva.
Em virtude de alguns insucessos de seus companheiros de equipe, Eric Henrique Braga se viu escalado para lutar e sob pressão para vencer, caso contrário sua equipe seria desclassificada.
Eric Henrique Braga exibiu controle sob os momentos de pressão e louvável coragem para enfrentar seus adversários, bem maiores e mais fortes. Serviu-se de sua experiência nas categorias de base da Seleção Brasileira, na qual figura desde 2008 e arrancou importantes pontos de seus adversários. Por duas rodadas decidiu a classificação em favor de sua equipe, contudo, com as derrotas de seus companheiros, não pôde chegar ao pódio.
Eric Henrique Braga venceu todas as suas lutas na categoria por equipes

Conheça aqui os resultados geral e individuais das competições de karate na 76ª edição dos Jogos Abertos do Interior de São Paulo. Em 2013, a cidade de Cotia será a sede do JAI SP.


Repercussão positiva:

Profº Renato Franco (centro) e a equipe de Presidente Prudente
Próximos desafios da temporada:
Novembro
Dezembro
Para conhecer mais sobre estes guerreiros, acesse nosso site http://www.karateamk.com/ ou entre em contato pelo e-mail joserobertoamk@gmail.com .

APOIO

José Roberto Braga
Prof° Ed. Física CREF 031403-G/RJ, faixa preta 3° dan, Reg. CBK 3.079, Reg. FKERJ P 0795

2 comentários:

Clemente Santiago disse...

PARABÉNS pela excelente participação nos Jogos em Bauru!

Um abraço, oss!!!

Sidrack Filho disse...

Não há nada a falar, não se pode esperar nada menos dessa família, o esforço e a competência não tardam
e fazem a diferença.

Meus sobrinhos do coração, continuem e continuem. Com determinação e competência vocês sempre farão a diferença.

Parabéns aos pais que são os grandes responsáveis pela jornada.

Embarrrrcarrrrr!!!!!!!!!